Riscos Psicossociais - Conceito, o que é, Significado

Independentemente de qual seja a escala de trabalho, todos os funcionários de uma empresa deveriam desenvolver sua atividade em um ambiente seguro e com os mínimos perigos possíveis. Um bom ambiente de trabalho se baseia em dois princípios gerais:

1) a promoção da produtividade dentro de uma organização empresarial,

2) o desenvolvimento do bem-estar pessoal no desempenho de uma atividade.

Os psicólogos dedicados à prevenção identificam os possíveis riscos associados à atividade de trabalho

A segurança no desempenho de um trabalho tem uma dimensão multidisciplinar. O principal objetivo é prevenir possíveis acidentes com o uso de máquinas industriais. Assim mesmo, são ativadas medidas de higiene para que os trabalhadores não assumam riscos desnecessários.

A saúde de um empregado pode apresentar problemas em várias sentidos: no nível de estresse, no aparecimento de doenças profissionais ou no nível de frustração.

Do ponto de vista do bem-estar pessoal, é importante adotar medidas preventivas sobre situações indesejáveis: assédio moral no trabalho ou mobbing, assédio sexual, síndrome de burnout, entre outros.

O modelo de gestão empresarial pode ser o causador de todo tipo de problemas. Assim, um trabalhador que não pode propor iniciativas ou que recebe ordens contraditórias provavelmente se sentirá insatisfeito. Assim mesmo, é conveniente estabelecer medidas oportunas em relação a diversos assuntos, tais como a política de incentivos, a organização das férias ou a igualdade de gênero.

Em relação à jornada de trabalho, o estresse ocorre entre os trabalhadores quando a rotação de turnos é inapropriada ou quando não se respeita o tempo de descanso

O desempenho de um trabalho se destina à produtividade desde que haja um ambiente físico adequado. Neste sentido, alguns aspectos relevantes são os seguintes: o tipo de iluminação, o nível de ruídos, a temperatura ou a falta de ordem e limpeza.

Do ponto de vista do indivíduo, não devemos esquecer que todo trabalhador aspira a autorrealização pessoal e o reconhecimento.

Todos estes fatores representam certo risco psicossocial no mundo do trabalho. Quando há uma prevenção adequada, os níveis de produtividade se mantêm e cria-se um ambiente de trabalho satisfatório.

A atitude pessoal do trabalhador desempenha um papel importante na hora de prevenir riscos psicossociais

Embora os responsáveis de uma empresa sejam os encarregados em ativar os protocolos relacionados aos riscos psicossociais, seus empregados também têm um grau de responsabilidade. Neste sentido, certas atitudes pessoais são potencialmente prejudiciais: a falta de entusiasmo, abordagens inflexíveis e pouco tolerantes e a incapacidade de adaptar-se às mudanças.

Imagem: Fotolia. miha

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: