Conceito » Economia » Governança Corporativa

Governança Corporativa - Conceito, o que é, Significado

Este é um conceito aplicado ao mundo dos negócios, especificamente às entidades que utilizam sistemas organizacionais baseados na transparência e nos critérios de eficácia e sustentabilidade.

Sua ideia principal

Trata-se de um conjunto de regras e práticas com as quais se pretende uma atuação responsável por parte dos gestores e administradores dessas empresas.

Suas bases fundamentais são as seguintes:

1) um código ou manual de governo que serve como documento base na qual se estabelece a responsabilidade daqueles que integram uma entidade;

2) este código detalha o papel dos acionistas como grupo de direção da empresa e as funções da gerência como órgão de administração;

3) paralelamente são desenvolvidos sistemas de controle externo (por exemplo, as auditorias) e interno, assim como um gerenciamento de riscos.

Os fundamentos mencionados acima permitem que a tomada de decisões seja mais fluída e eficaz, ao mesmo tempo, que a estratégia empresarial siga um curso coerente.

Governança corporativa e normas ISO

As normas ISO são padrões de qualidade de caráter global desenvolvidos com a colaboração entre governos, consumidores e empresas. O objetivo destas normas é a sustentabilidade e o bom funcionamento das organizações.

A ISO 38500 é uma norma de caráter internacional focada no conceito de governança corporativa. Esta norma estabelece os padrões para um bom governo empresarial e suas recomendações servem para que todos os responsáveis de uma entidade adotem critérios de eficiência e profissionalismo.

O conjunto de normas desenvolvidas na ISO 38500 pode ser aplicado tanto nas empresas privadas como públicas, bem como nas entidades sem fins lucrativos, independentemente do tamanho da empresa ou organismo.

Em relação aos objetivos desta norma, podemos destacar os seguintes:

1) gerar um clima de confiança entre todos aqueles que formam uma empresa ou que tenham relação com a mesma;

2) informar e orientar os administradores sobre o uso das tecnologias da informação dentro da sua organização;

3) fornecer uma referência válida para que a entidade possa ser avaliada com critérios objetivos.

Os benefícios obtidos através de uma governança corporativa correta podem ser sintetizados em dois eixos principais:

1) a organização cumpre com critérios de segurança e eficácia reconhecidos internacionalmente;

2) respeita-se a legislação sobre temas de natureza diferente, como privacidade, legislação SPAM, práticas comerciais, regulamentos ambientais, acessibilidade de informações ou direitos de propriedade intelectual.

Imagem: Fotolia. maxsim

Relacionados:

  1. Gestão Empresarial
  2. Faturamento e Fatura
  3. Código
  4. CEO
  5. Gerência
  6. Ética Empresarial
  7. Orçamento Público
  8. Plano Operativo
  9. Código de Ética
  10. Imagem Corporativa