Burocracia - Conceito, o que é, Significado

BurocraciaMuitas vezes ela é exposta como uma dor de cabeça ao dar a impressão de que uma simples reclamação ou pedido de um documento nunca chega ao seu destino, em todo caso, são inúmeras as abordagens em relação aos obstáculos causados. A burocracia deveria ser precisamente uma melhoria das questões administrativas a partir de técnicas e metodologias, mas que infelizmente certas vezes são mal interpretadas seja por desconhecimento ou porque realmente não querem ajudar a proceder. O termo deriva do francês e do latim e se refere a um escritório do governo. No entanto, é mal interpretado quando se refere a procedimentos custosos e ineficientes que dilatam a resolução de problemas em vez proporcionar melhores soluções.

Toda organização formada por seres humanos necessita de um sistema a fim de cumprir de forma eficiente com os objetivos que justificam sua existência. Assim, a administração dos recursos, o estabelecimento dos cargos, a elaboração dos processos são parte indispensável desta busca de objetivos. No entanto, quando os procedimentos e as formas deixam de ser um meio para tornar-se um fim, começam a gerar mais problemas do que soluções. Desta forma, o termo burocracia se associa especialmente ao Estado, à medida que necessita de grande quantidade de procedimentos e normas no momento em que é solicitado algum tipo de ação. O setor privado costuma ser mais sensato neste sentido de modo que se baseia na obtenção de beneficio, objetivo que torna versátil sua ação.

Max Weber foi um teórico fundamental ao tratar a burocracia. Ele a referenciou como uma forma de organização a partir de procedimentos regidos por normas. Também estabeleceu hierarquia para as pessoas de acordo com a tarefa realizada. Neste caso, foram atribuídas as tarefas aos trabalhadores em função de sua formação técnica e do seu desempenho respeitando as normas e as regras determinadas, como também os códigos disciplinares e regulamentos existentes.

Outro teórico em abordar esta questão foi o economista Ludwig Von Mises, que destacou a burocracia como um estado de direito longe da realidade. Na verdade dedicou todo este problema à ação do Estado que jamais pode ser comparada com a eficiência da iniciativa privada liderada por empresários. Assim, para o economista, os empregos oferecidos pelo estado não demonstram o potencial das pessoas à medida que a abundância de regulamentos reprime sua própria iniciativa.

Os anos de experiência demonstram a exata apreciação do papel nocivo que a burocracia exerce sobre o estado. Na verdade, suas regulamentações e procedimentos costumam ser custosos em termos econômicos, onde deveriam ser reduzidos ao máximo.

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: