Conceito » Tecnologia » Cidade Inteligente

Cidade Inteligente - Conceito, o que é, Significado

O conceito inteligência tem sido tradicionalmente associado à mente humana. De maneira muito sintética, pode-se dizer que somos seres dotados de inteligência, pois sabemos resolver problemas de certa complexidade. No entanto, nas últimas décadas já se falava de máquinas e cidades inteligentes. Este último rótulo é uma tradução da expressão inglesa "smart city".

Uma ideia associada às novas tecnologias

Uma cidade é inteligente quando é capaz de proporcionar soluções viáveis para as necessidades dos cidadãos que nela habitam. Para que isso seja possível é necessário um desenho tecnológico adequado e a coordenação dos diversos órgãos que integram a cidade.

A habilidade aplicada na vida urbana está presente em todo tipo de área: econômica, social, recreativa, energética e operacional. Obviamente, os cidadãos desempenham um papel de protagonismo na consolidação desta modalidade urbana.

As cidades estão dotadas de inteligência desde que sejam cumpridos certos requisitos:

1) respeito aos critérios de sustentabilidade ambiental,

2) uma gestão prudente, responsável e eficiente,

3) uma análise correta do tempo utilizada pelos cidadãos para realizar suas tarefas e deslocamentos.

Estes critérios devem vir acompanhados de uma ideia fundamental: o cidadão tem que ser o protagonista da cidade.

Em suma, trata-se de uma cidade em que há sintonia e coordenação entre três agentes: a administração, as empresas e cidadania.

Exemplos ilustrativos

Em uma smart city as ferramentas tecnológicas são determinantes. Graças a elas é possível proporcionar todo tipo de serviço:

1) aproximar o celular de uma tela para comprar objetos;

2) através dos sistemas de geolocalização, um viajante pode escolher o trajeto mais adequado para chegar a um destino específico;

3) departamentos de polícia utilizam câmeras para combater a criminalidade de forma mais rápida e eficaz.

Estes e muitos outros exemplos são viáveis porque a complexa realidade urbana já não se encontra nos mapas de papel ou nos arquivos da administração, mas sim nas mãos de um aparelho celular.

Uma cidade para todos

A acessibilidade universal é outro aspecto fundamental. Neste sentido, uma cidade inteligente deve ser projetada para todos os cidadãos, incluindo aqueles que têm algum tipo de limitação física ou sensorial (como os cadeirantes, idosos, cegos, surdos, etc.).

Imagem Fotolia. jnsepeliova

Relacionados:

  1. Inteligência Artificial
  2. Cidade
  3. Conurbação
  4. Urbanização
  5. Zona Urbana e Rural
  6. Habilidade de Pensamento
  7. Desenho Técnico
  8. Mobilidade Urbana
  9. Área Verde
  10. Engenharia de Transportes