Conceito » Psicologia » Síndrome de Diógenes

Síndrome de Diógenes - Conceito, o que é, Significado

Há pessoas que têm o costume de acumulara objetos em seu domicílio de maneira desproporcional. Estão rodeadas de todo tipo de utensílios sem nenhum propósito e inclusive acumulam lixo. Obviamente, esta situação provoca um caos no domicílio, um problema sanitário e conflitos com os vizinhos. Os indivíduos com este tipo de comportamento apresentam uma patologia, a Síndrome de Diógenes.

Quem tem este tipo de comportamento provavelmente sofre de um transtorno obsessivo compulsivo. Em alguns casos, esta doença pode estar relacionada com algum tipo de demência, com a esquizofrenia ou um estado depressivo.

Este distúrbio atinge normalmente pessoas de idade avançada que vivem sozinhas

As pessoas com esta síndrome costumam ter um perfil determinado. São geralmente idosos com poucos vínculos pessoais e afetivos, que vivem sozinhas. É muito comum descuidarem de sua imagem e higiene pessoal e rejeitarem qualquer tipo de ajuda de outras pessoas. São indivíduos com um comportamento estranho e antissocial.

Esta condição afeta por igual a homens e mulheres e não tem relação com uma classe social particular. Os objetos acumulados não são considerados inúteis, pois acreditam que em algum momento podem ser usados.

Como regra geral, aqueles que sofrem com a Síndrome de Diógenes são denunciados por seus vizinhos. Obviamente, esta patologia deve ser tratada clinicamente por um psiquiatra e, paralelamente, pelos serviços sociais da administração.

Circunstâncias pessoais concretas atuam como desencadeantes

Este transtorno é muitas vezes acompanhado por uma situação pessoal difícil, como um problema econômico, uma crise sentimental, a morte de alguém próximo ou um conflito familiar. Tais situações geram certo isolamento e, desta maneira, são criadas condições para manifestar o real comportamento da Síndrome de Diógenes.

Quem foi o verdadeiro Diógenes?

Diógenes de Sínope viveu em Atenas no século V. a. C. Ele foi um filósofo que levava uma vida errante. Acreditava que a riqueza e os bens materiais eram armadilhas da sociedade e que levavam a uma existência moralmente falsa. Devido a suas convicções, decidiu prescindir de qualquer bem material que não fosse estritamente necessário.

De acordo com alguns comentaristas da época, ela apenas tinha uma manta para se cobrir, uma bengala para apoiar-se e uma caneca para beber água. Desta forma, sentia-se totalmente livre e não tinha a obrigação de agradar a ninguém.

Se levarmos em conta os dados biográficos do autêntico Diógenes, não faz sentido algum que este personagem histórico esteja associado à síndrome de Diógenes, pois quem sofre com esta doença costuma acumular todo tipo de objeto e Diógenes fazia exatamente o contrário.

Imagem: Fotolia. koti

Relacionados:

  1. Ortorexia
  2. Sonho Excessivo
  3. Síndrome do X Frágil
  4. Compulsão
  5. Demência
  6. Anedonia
  7. Terapia Sistêmica
  8. Síndrome das Pernas Inquietas
  9. Megalomania
  10. Hikikomori