Conceito » Ecología » Polvo

Polvo - Conceito, o que é, Significado

Este animal, cujo nome cientifico é octopus vulgaris, pertence ao reino dos cefalópodes. Podem medir mais de um metro de comprimento, pesar 15 quilos e ter uma envergadura superior a um metro e meio. Normalmente vivem dois anos no máximo e sua reprodução é de tipo sexual, onde a fêmea morre após a expulsão dos ovos.

É um dos animais que melhor se adapta ao seu entorno e esta particularidade é realizada com a mudança de cor do seu corpo ou então pela mudança de textura e a forma de sua pele em poucos segundos. Esta capacidade de transformação é possível devido a seus órgãos cromatóforos.

O polvo se locomove com lentidão pelo fundo do mar utilizando seus característicos tentáculos, com os quais pode agarrar pequenos crustáceos para sua alimentação. Sua boca possui um forte bico quitinoso que pode romper a carapaça de um crustáceo.

Seus potentes sentidos permitem caçar numa escuridão profunda ou detectar a distância dos movimentos de outros predadores. Estes animais invertebrados tem um cérebro relativamente grande, similar às aves e aos repteis. Sua capacidade de aprendizagem é notável e neste sentido é um dos poucos animais que pode aprender novas regras de conduta.

Dados que chamam a atenção

O polvo é um animal que chama a atenção por diversas razões:

1) possui três corações, de tal forma que um bombeia o sangue com oxigênio e os outros dois transportam o sangue a seus órgãos respiratórios: as brânquias;

2) seu sangue é de cor azul, pois utilizam a molécula da hemocianina e não a hemoglobina para transportar o oxigênio;

3) como arma de defesa utilizam uma potente toxina: a cefalotoxina (esta substância provoca paralisia em suas presas).;

4) em cada uma de suas ventosas há umas 10.000 células sensoriais;

5) possui uma visão perfeitamente adaptada a seu meio devido à estrutura quadrangular de sua pupila;

6) as fêmeas tem os tentáculos maiores que os machos;

7) se falta alimento durante um longo período de tempo pode chegar a comer seus próprios tentáculos.

Os polvos não cefalópodes

Se um homem tem o costume de apalpar as mulheres como forma de conquista sexual é bem provável que seja chamado de polvo. Desta maneira, os tentáculos do cefalópode servem como uma metáfora para indicar um comportamento humano.

Este jogo de palavras é muito comum, pois não se pode esquecer que popularmente dizemos que uma pessoa tem olhos de águia, leva uma vida de cachorro, fala como um papagaio, tem uma memória de elefante ou é um bicho esquisito. O mundo animal é uma inspiração constante para descrever as qualidades ou defeitos das pessoas.

Imagem: Fotolia. vodolaz

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: