Número Áureo (Proporção Áurea) - Conceito, o que é, Significado

Os cientistas sabem que o conjunto de fenômenos naturais pode ser expresso na linguagem matemática. Por exemplo, Newton mostrou que as leis que regem os movimentos dos astros têm uma expressão matemática. Esta ideia se adapta a todas as ciências como na física, na biologia, na economia ou na medicina. Assim, as plantas crescem seguindo regras matemáticas, da mesma maneira que ocorre com o desenvolvimento dos animais ou de qualquer outra realidade que pode ser avaliada de forma matemática.

O número áureo e suas propriedades

Este número é uma constante que representa a relação existente entre os lados de um retângulo. Seu símbolo é φ e seu valor 1,6180. Trata-se, portanto, de um número irracional, ou seja, um número infinito e não periódico. No que diz respeito a sua origem, o mesmo provém das propriedades de alguns tipos de retângulos. Deve-se ressaltar que um retângulo que possui essa proporção (a proporção áurea) tem o lado maior e é dividido pelo lado menor, isso equivale a φ. Assim, um retângulo áureo tem as seguintes propriedades:

1) O sub-retângulo criado a partir do retângulo maior é também um retângulo áureo, o que significa que ambos os retângulos são proporcionais;

2) O quadrado de φ e sua inversão têm as mesmas cifras decimais;

Estas características peculiares aritméticas fazem com o número áureo seja conhecido também como número de ouro ou divina proporção.

A proporção áurea está presente na vida cotidiana

Muitas das estruturas cotidianas que se encontram ao nosso redor têm forma retangular (calculadoras, livros, telas, campos esportivos, páginas, etc.). Esta forma é considerada como a mais harmônica possível e na maioria dos casos a proporção áurea é usada para seu projeto.

A origem do número áureo e sua interpretação

Nos textos do mundo antigo (especialmente o babilônico e a civilização egípcia) surgem referências da proporção áurea. No entanto, não há nenhuma prova definitiva que demonstre ser usada conscientemente por parte dos matemáticos, arquitetos ou astrônomos. O primeiro matemático que mencionou especificamente um número áureo foi o grego Euclides, no século IV a. C.

Já no século XVI, o matemático Luca Pacioli afirmou que o número áureo expressa a perfeição do universo e por esta razão se refere à proporção divina, da qual se entende que o valor desse número se compara aos princípios de Deus (por exemplo, tanto o conceito de Deus como o número áureo são ideias incomensuráveis).

Imagem: Fotolia. Sergey Nivens

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: