Conceito » Aprender » Cores Complementares

Cores Complementares - Conceito, o que é, Significado

As cores primárias são o azul, o vermelho e o amarelo. Através da mistura das primárias é possível obter cores secundárias. Assim, a mescla do vermelho e do azul produz o roxo; do amarelo com o azul se cria o verde e o amarelo com o vermelho forma o laranja. Toda esta gama de cores expressa um círculo cromático, que vai desde o vermelho até o roxo de forma progressiva.

Assim, uma cor complementar é aquela que dentro de um círculo cromático se encontra diante de outra cor. Desta maneira, a cor complementar do vermelho é o verde, a complementar do azul é o laranja e o roxo é complemento do amarelo.

A utilidade das cores complementares

Dentro do círculo cromático estão as cores primárias e secundárias. Neste círculo é possível comprovar a complemento de cada uma delas. Isto serve para conhecer a harmonia e o contraste entre as diferentes tonalidades.

Se duas cores complementares aparecem combinadas em uma pintura, esta combinação produz um impacto visual intenso, já que ambas as cores são opostos. Assim, em uma ilustração na qual o vermelho aparece e seu complemento é o verde, a imagem resultante tem um contraste evidente. O mesmo aconteceria em uma imagem na qual o azul e o laranja fossem predominantes.

Uma análise do círculo cromático

A ordem das cores em um círculo cromático não é aleatória. Assim, cada cor tem uma oposta que poderíamos chamar de "sua inimiga". O conhecimento das cores complementares é essencial para qualquer atividade criativa, pois deve-se levar em conta que duas cores complementares misturadas formam uma cor que não existe na natureza, produzindo uma rejeição em nosso cérebro.

Na gíria dos pintores quando duas cores complementares se misturam, fala-se de uma cor suja

Vamos supor que misturamos o amarelo com o azul com a mesma proporção de tinta. Poderíamos obter uma espécie de marrom e sua aparição provocaria uma rejeição no cérebro do observador. Portanto, o conhecimento do círculo cromático é muito útil para não combinar cores de maneira inadequada.

No entanto, se as cores complementares são misturadas moderadamente, o resultado final pode ser satisfatório (para que isso seja possível, deve-se medir corretamente a proporção de ambas as cores). Desta maneira, quando se adiciona um pouco de azul no amarelo se obtém um amarelo mais opaco.

Em resumo, as cores complementares não ficam bem quando misturam a mesma proporção, mas são compatíveis e criam harmonia quando são mescladas de forma correta e na proporção ideal.

Imagem: Fotolia. pico

Relacionados:

  1. Cores Primárias e Secundárias
  2. Cores Litúrgicas
  3. Área Verde
  4. Imagem de Satélite
  5. Semáforo
  6. Triagem
  7. Ideias Secundárias
  8. Pintura Abstrata
  9. Calor
  10. Monitor (Tecnologia)