Conceito » História » Escrita Hierática

Escrita Hierática - Conceito, o que é, Significado

Nos livros impressos ou digitais as preocupações humanas são expressas como um todo. Os chineses inventaram o papel e os gregos aperfeiçoaram o alfabeto das civilizações anteriores. Um dos episódios históricos relacionados à escrita aconteceu no Egito Antigo.

Dos complexos hieroglíficos a uma escrita mais simples

Na civilização do Egito Antigo, mais especificamente no período faraônico, estabeleceu-se uma cultura muito avançada. Entre as classes dominantes da sociedade estavam os escribas. O bom funcionamento da organização social e política dependiam da atuação desses profissionais, aqueles que trabalhavam em diferentes áreas da administração. Para alcançar a condição de escriba era necessário formar-se em outros idiomas, leis, contabilidade e história.

Os signos fonéticos e os caracteres hieroglíficos utilizados tinham um caráter sagrado (o termo hieroglífico significa mais precisamente escrita sagrada). Este tipo de escrita tinha um forte sentido estético.

Quanto à leitura, poderia ser feito da esquerda para a direita ou vice-versa. As figuras humanas ou de animais determinavam o início da leitura, que geralmente era feito de cima para baixo.

O conjunto de signos e figuras empregados nos hieróglifos era utilizado em textos religiosos (por exemplo, o Livro dos Mortos), nas paredes dos templos, nos afrescos funerários ou em vasilhas. O material empregado como suporte era normalmente a argila.

Esta modalidade de escrita não era prática para certas tarefas administrativas e por este motivo os egípcios antigos idealizaram outra versão paralela, a escrita hierática. Nesta nova versão era realizada uma simplificação dos complexos hieroglíficos. Os textos hieráticos eram escritos em letra cursiva.

Os escribas egípcios normalmente usavam o sistema hieroglífico e o sistema hierático de maneira indistinta.

Obviamente os egiptólogos deviam conhecer estas duas formas de escrita, pois cada uma cumpria funções específicas. Os sinais usados em ambas as versões eram similares, mas com grandes diferenças.

Com o uso do papiro os escribas puderam exercer sua tarefa de maneira mais eficaz

O material de suporte empregado na escrita hierática era o papiro. Escrevia-se com tinta preta usando uma vareta como instrumento. Esta forma de escrita foi utilizada em todo tipo de documento até o ano de 1200 a. C. Eram lidas da direita para a esquerda e com uma série de abreviaturas.

No fim da civilização do Egito Antigo, a escrita hierática esteve reservada exclusivamente para questões religiosas, pois no uso cotidiano foi adquirida uma nova e mais importante modalidade, a escrita demótica.

Com o passar do tempo o alfabeto grego foi introduzido aos mais variados textos.

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: