Temporalidade - Conceito, o que é, Significado

No campo do trabalho

Quando uma atividade está sujeita a certas limitações do tempo, costuma-se falar sobre temporalidade. Portanto, este substantivo se refere à coordenada de tempo própria de uma ação.

Certas atividades de trabalho são realizadas dentro de datas concretas, mas que fora delas são interrompidas. Assim, no setor turístico é habitual que as empresas contratem empregados de forma não definitiva, mas sim de caráter temporário. Isto acontece muito em época de férias, onde os hotéis precisam de mão de obra para os meses de verão. O mesmo ocorre em relação ao setor de comércio na temporada de liquidações ou no período das festas natalinas. Mas em geral, a temporalidade no trabalho é sinônimo de precariedade e instabilidade profissional.

Na agricultura

Para cultivar um produto o agricultor deve partir de uma abordagem temporária. Neste sentido, os ciclos da natureza são as coordenadas pelas quais se realizam as colheitas que, por sua vez, determinam a contratação de trabalhadores do campo. Quando o homem começou a entender os ciclos da natureza de maneira objetiva esteve em condições de cultivar de maneira mais organizada.

Vida cotidiana, ciclos da natureza e relógio biológico

Do ponto de vista individual e social, todas as atividades realizadas dependem da temporalidade. As pessoas têm horário para trabalhar, divertir-se e descansar. Desde o nascimento, elas incorporam certas regras para distribuir o tempo de maneira eficaz. Assim, o conjunto de atividades realizadas depende de outras dimensões temporais: do ciclo noite-dia e do ritmo biológico interno.

Temporalidade e filosofia

Nossa linguagem expressa que não podemos esquivar a temporalidade. Sem nos dar conta, falamos do agora, do amanhã ou do depois e todas estas palavras nos remetem à temporalidade da linguagem. Esta dimensão do tempo na comunicação corresponde à observação da realidade e às mudanças que permanentemente acontecem ao nosso redor. Através da filosofia podemos refletir sobre o tempo a partir de diversas abordagens:

- A ideia de tempo absoluto;

- O tempo como vivência interior;

- A angústia diante da fugacidade do tempo;

- O tempo como qualidade da consciência humana;

- O tempo como mistério.

De certa forma, todas as perspectivas podem ser agrupadas em dois conceitos: os que se referem ao tempo cosmológico e os destinados ao tempo psicológico.

Imagem: iStock. Daniel Rodríguez Quintana

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: