Toponímia - Conceito, o que é, Significado

O termo toponímia provém do grego, mais especificamente de topos que significa lugar, e de ónoma que quer dizer nome. A toponímia é a disciplina que estuda os nomes próprios dos lugares. Assim, os nomes de qualquer povo, cidade ou comunidade é conhecido como topônimo.

A toponímia é uma disciplina auxiliar da geografia e da história

O conhecimento dos nomes de cada lugar é um dato que possui um valor histórico inquestionável, por outro lado, permite conhecer a avaliação dos nativos de um lugar em relação ao seu ambiente. Deve-se destacar que muitos topônimos se referem às características físicas do espaço geográfico. Desta maneira, quando um lugar recebe o nome de Juncal ou Robledal indica que nesses lugares havia juncos e carvalhos.

O topônimo expressa normalmente a relação de origem dos homens e o lugar que habitavam.

Os especialistas desta disciplina estudam a diversidade de topônimos de cada território e esta análise é conhecida como estratigrafia toponímica. Isto significa que num território pode haver muitas denominações de várias origens. Por exemplo, na Espanha a toponímia é árabe, latim, castelhana, catalã, basca, galega ou sem classificação.

Uma classificação geral

Cada topônimo tem uma origem particular. Se o nome de um lugar provém de um personagem histórico se fala de antropônimo (por exemplo, Washington recebe este nome por causa do primeiro presidente dos Estados Unidos). Se a denominação de um lugar se deve a um animal, trata-se de um zoônimo (por exemplo, Cabeça de Boi ou Lobos). Há também os fitônimos ou topônimos com nomes de plantas, como ocorre em alguns locais chamados de Guaco. Os cosmônimos estão baseados em nomes de astros, como os Picos de Europa. De qualquer forma, todos os tipônimos têm sua história própria.

A toponímia e os gentílicos

Madrileno é o gentílico de Madrid e montevideano é o gentílico de Montevidéu. Com estes dois exemplos, recordamos que os gentílicos provêm do nome que recebe um lugar.

Entretanto, nem sempre há uma correspondência entre o gentílico e o topônimo, por exemplo, os habitantes de Medelín são paisas e os portugueses são conhecidos como lusos porque o território de Portugal na antiguidade se chamava Lusitânia.

Imagem: Fotolia. Idey

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: