Conceito de Renascimento

Renascimento

O Renascimento é conhecido como o movimento artístico que aconteceu na Europa ocidental principalmente durante os séculos XV e XVI. Seu nome provém da ideia de renascer de elementos culturais que desapareceram durante a Idade Média tais como o predomínio da razão, da proporção, do equilíbrio, da mesura, muitos deles presentes nas antigas culturas da Grécia e Roma clássicas. Embora o Renascimento seja talvez muito mais reconhecido que outras formas culturais, ele foi a representação artística de todo sistema de valores e pautas propostas pelo Humanismo como o sistema filosófico da época.

O Renascimento surgiu na cidade de Florença como consequência da abertura progressiva das cidades ao comércio, à emergência de novos grupos sociais conhecidos como burgueses que investiam seu capital na compra de obras de arte, no contato com o mundo do Oriente, etc. Todos estes elementos permitiram ao homem da época deixar de lado o teocentrismo que coloca o serviço de Deus como completo e indiscutível para observar a natureza, tudo o que estivesse ao seu redor e, especialmente, a si mesmo.

Então, o Renascimento partiu desta observação da realidade para representar tudo o que via de maneira mais racional, proporcional e equilibrada. Alguns dos elementos característicos do Renascimento em suas diferentes áreas (tanto na escultura como na arquitetura e pintura) foi a utilização da perspectiva, da proporção humana como base de todas as estruturas, do equilíbrio das formas, da mesura das expressões. Neste sentido, enquanto que na arquitetura se deixou de lado o estilo gótico e se tornou o arco de meio ponto, as cúpulas arredondadas, as formas lineares e simples; na pintura se retomaram personagens das culturas greco-romanas (principalmente deuses e heróis), representando-os de maneira proporcional e escultural.

Podemos dividir o Renascimento em dois períodos principais: o Quattrocento (referente ao século XV), período em que o centro de produção cultural foi Florença; e o Cinquecento (referente ao século XVI), onde a sede do poder cultural se situava em Roma. Enquanto que no primeiro período se observa em alguns casos certas reminiscências da arte medieval, até o final da segunda etapa podem ser vistos elementos de crises que dão lugar ao posterior estilo Maneirista.

Referencia autoral

Publicado em maio., 2014. Pela equipe Editorial de Conceitos. Disponível em https://conceitos.com/renascimento/. São Paulo, Brasil.

Copyright © 2010 - 2022. Conceitos - Informação de Privacidade - Sobre - Contato