Gruta - Conceito, o que é, Significado

Publicidade

As palavras têm sua própria história e evolução. Do grego kryptós, que significa oculto, formou-se o vocábulo crypta em latim. Posteriormente, no latim vulgar passou a ser chamada de crupta e em seguida os habitantes da Sicília a chamaram de grutta, sendo que esta denominação evoluiu para o vocábulo grotta em italiano. Assim, através da língua italiana chegou ao vocabulário castelhano e português.

Publicidade

Além da sua etimologia, gruta é um lugar escondido que fica abaixo da terra. Em nosso idioma existem alguns sinônimos, como caverna, cova ou subterrâneo. Estas cavidades são formadas normalmente pelo efeito da água sobre as rochas calcárias. Assim, a ação da água cria pequenas fissuras que lentamente ficam grandes até se tornarem buracos gigantes.

Publicidade

Lugares enigmáticos que atraem milhões de turistas em todo o mundo

Algumas grutas se destacam por sua espetacularidade. Nelas se encontram lagos e rios subterrâneos e curiosas formações de grande valor geológico. Somente no México se encontram algumas das covas subterrâneas com maior interesse para os turistas (as Covas de Naica, as Grutas de Cacahuamilpa e as Grutas de Garcia). Estes lugares têm também um interesse único para os amantes da Espeleologia.

O grotesco na arte

O termo grotta em italiano começou a ser utilizado no mundo da arte a partir do Renascimento. Assim, quando nas cavernas romanas foram descobertos certos enfeites e motivos decorativos, os artistas do Renascimento começaram a imitar o estilo ornamental da antiguidade. Esta corrente nova começou a ser conhecida como grotesca e se caracterizava pelo uso de imagens de animais e plantas nos tetos e paredes das igrejas.

Com o tempo, a ideia de grotesco nas manifestações artísticas adquiriu novos sentidos e significados.

As catacumbas cristãs durante o Império Romano

Além das grutas naturais, os seres humanos têm construído estruturas subterrâneas com alguma finalidade. As catacumbas cristãs são câmaras construídas abaixo da terra com o propósito de enterrar os mortos.

Os primeiros seguidores de Cristo que viviam na cidade de Roma eram perseguidos pelas autoridades. Para enterrar os defuntos segundo os rituais cristãos, tiveram que construir grutas subterrâneas em forma de galerias.

Com as catacumbas, os cristãos evitavam o costume de incinerar os mortos. Os cadáveres eram colocados em nichos e estes fechados com lápides gravando o nome do falecido.

Imagem: Fotolia. mulder

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: