Conceito » Filosofia » Monismo

Monismo - Conceito, o que é, Significado

O termo monismo adquire seu verdadeiro significado no campo da filosofia, mais especificamente na metafísica. Um filósofo é monista quando afirma que a essência da realidade se baseia em um princípio único e original. Pelo contrário, um filósofo será dualista quando afirma que há mais de um princípio explicativo para referir-se à realidade.

Em qualquer uma de suas versões, em todo monismo, costuma-se dizer que por detrás da aparência, da pluralidade no conjunto do universo há uma substância comum. Esta substância é a que permite explicar do que são feitas todas as coisas que existem.

O monismo é uma visão da realidade que apresenta algumas variantes

O monismo ontológico se refere a um pensamento metafísico que afirma que tudo que existe (a realidade em seu conjunto) está formado por um só elemento originário. Este elemento, obviamente, pode adquirir todo tipo de forma e maneira de estruturar-se.

O materialista afirma que qualquer realidade se reduz a algo específico. Um cientista pode ser um monista quando afirma que tudo se reduz a átomos. Os átomos são organizados de diversas maneiras, porém tudo está composto por átomos.

O espiritualista tem um pensamento bastante habitual em algumas doutrinas filosóficas. Segundo o mesmo, tudo o que existe na realidade é um produto da mente humana. Consequentemente, só existe uma realidade, mas esta é de tipo espiritual.

O antropólogo se refere às doutrinas filosóficas que afirmam que os seres humanos podem ser explicados a partir de uma única entidade ou substância, seja material ou espiritual.

A filosofia platônica é dualista e se opõe às doutrinas monistas dos filósofos pré-socráticos que defendiam a tese de uma substância única e originária para explicar a natureza em seu conjunto

Para referir-se ao ser humano, Platão afirmava que o homem é uma combinação da alma e do corpo. O corpo é uma matéria mortal e a alma um princípio imaterial e imortal. Segundo Platão, o verdadeiro conhecimento deve focar na parte espiritual do ser humano e não em sua dimensão corporal. Esta concepção dualista teve grande influência dos filósofos cristãos medievais, aqueles que também defendiam a separação entre alma e corpo para explicar o homem.

O debate entre monismo e dualismo tem percorrido toda a história da filosofia ocidental e se projetou sobre a teologia, o direito e a psicologia.

Imagem: Fotolia. agsandrew

Relacionados:

  1. Substância (Filosofia)
  2. Metafísica
  3. Personalismo
  4. Filósofo
  5. Perspectivismo
  6. Árvore de Porfírio
  7. Fenomenologia
  8. Veracidade
  9. Deísmo
  10. Idealismo Alemão