Conceito » Saúde » Microbioma

Microbioma - Conceito, o que é, Significado

O termo microbioma é conhecido como um conjunto de material genético encontrado na macrobiótica de um organismo, ou seja, em sua flora bacteriana.

Estes genes constituem um manual de instruções que permite elaborar diversas substâncias necessárias para realizar processos como a digestão e a absorção de nutrientes, elaboração de vários tipos de vitaminas, eliminação de substâncias tóxicas e controle dos microrganismos que causam diversas doenças.

Principais funções do microbioma

Os microrganismos que constituem a flora bacteriana normal de um organismo, que são mais do que um grupo de bactérias colonizadoras, constituem aliados importantes.

Estes microrganismos são importantes colaboradores do sistema imunológico. Graças a eles, o acesso e a colonização das superfícies corporais que entram em contato com o exterior são dificultados, como é o caso do tecido que reveste todo o sistema digestivo e parte do geniturinário. Sabe-se que o envolvimento da flora bacteriana pelo uso de antibióticos está associado ao desenvolvimento de infecções por tipos específicos de microrganismos.

Outra função importante da microbiótica, graças ao seu material genético ou microbioma é sua participação em vários processos do metabolismo que são necessários para obter vitaminas como a vitamina B3, a vitamina B6, o ácido fólico e a vitamina K

Estes microrganismos também contribuem para a produção de enzimas como a lactase, necessária para digerir o leite e outros produtos lácteos, inclusive intervêm facilitando o processo de absorção de elementos vitais como o cálcio e o ferro contidos nos alimentos.

O microbioma permite também a produção de proteínas necessárias para realizar a desintegração de cadeias de carboidratos complexos (de cadeia longa), facilitando assim que estes açúcares possam ser absorvidos e tornar-se uma fonte de energia para o organismo.

Outra função fundamental do microbioma é contribuir para o desenvolvimento de diversos sistemas do organismo, especialmente o sistema digestivo. Estudos realizados em animais mantidos em condições estéreis mostraram um escasso desenvolvimento intestinal e mantiveram um baixo peso quando comparados aos criados em condições ambientais habituais.

Como podemos melhorar o microbioma?

A melhor forma de contar com uma flora bacteriana adequada, que forneça um material genético que traga benefícios ao organismo, é através da ingestão de alimentos frescos, como as frutas e vegetais.

Recomenda-se também o consumo de produtos lácteos ricos em probióticos, estes que são uma fonte de bactérias de tipo lactobacilo, que uma vez ingeridos colonizam o intestino e passam a fazer parte da flora intestinal do indivíduo.

Os alimentos de tipo prebióticos têm um mecanismo de ação diferenciado. Os prebióticos são ricos em açúcares complexos, substâncias imprescindíveis para a manutenção das bactérias que formam a flora intestinal.

Imagem: Fotolia. vrx123

Relacionados:

  1. Sistema Linfático
  2. IgG e IgM
  3. Abscesso
  4. Excreção
  5. Deletério
  6. ISID
  7. Nutrição
  8. Grupo de Risco
  9. Doenças Neurodegenerativas
  10. Célula Vegetal