Conceito » Cultura » Hippie

Hippie - Conceito, o que é, Significado

A palavra inglesa hippie ou hippy está integrada no acervo cultural da humanidade. Sua etimologia é incerta, mas é bem provável que tenha relação com a palavra hipster. Ambos os termos provêm de hip, que em inglês significa moda ou popular. Desde antigamente, o vocábulo foi usado pela primeira vez, em 1965, num jornal de São Francisco para referir-se aos jovens boêmios, já que na década anterior os boêmios e transgressores foram os beat.

Uma pincelada histórica

Nos anos 60, nos Estados Unidos, um setor da juventude se opunha aos convencionalismos sociais imperantes e de maneira muito especial à Guerra do Vietnã.

Nessa época, novas ideias se difundiram em favor dos direitos civis dos negros e contra o modelo capitalista que promovia o consumo das massas. Neste clima social, surgiu o movimento hippie como uma nova forma de entender a vida e como resposta a uma sociedade alienada.

Filosofia e valores do movimento

Além do uso de roupas informais, das cabeleiras, do consumo de drogas leves e da frequência a shows de rock ao ar livre, os hippies tinham uma forma de entender a vida. Defendiam o amor livre e a descriminalização moral do sexo, a vida em comunidade, o pacifismo e o anticonsumismo. Tudo isso sem imposições nem hierarquias e num clima de liberdade e tolerância.

Seu estilo de vida era baseado na simplicidade e muitos sobreviviam humildemente vendendo artesanato nos mercados e quase sempre fora do modelo convencional de trabalho.

O espírito deste movimento se estendeu a outros países ocidentais e a partir daí entrou em moda viajar para a Índia e à ilha de Ibiza. No hippismo foram incorporadas outras tendências de corte alternativo, como o naturismo, o ecologismo, o xamanismo e o orientalismo.

O que restou deste fenômeno na atualidade?

Esta corrente contracultural começou a enfraquecer nos anos 70. Apesar de fazer parte do passado é possível falar de seu legado. A sociedade atual chegou a assimilar algumas tendências dos hippies dos anos 60. Assim, somos mais tolerantes em relação às inclinações sexuais dos demais e nos aproximamos da espiritualidade do Oriente.

Não podemos esquecer, por outro lado, que as ecoaldeias atuais são uma herança da cultura hippie. No campo da moda e da estética, destacam-se os estilos adlib e as festas flower power.

Por último, o hippismo nos deixou um slogan simples que deve ser mantido vivo: paz e amor.

Imagens Fotolia: Maus, Anvino

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: