Conceito » Ciência » Calculadora Científica

Calculadora Científica - Conceito, o que é, Significado

Algumas operações matemáticas são simples e para realizá-las só é necessário um cálculo mental, um lápis e um papel ou então uma calculadora convencional. No entanto, certas funções matemáticas mais complexas podem ser resolvidas com uma tecnologia mais avançada: a calculadora científica.

Características gerais

Estas calculadoras incorporam as funções mais comuns, como a adição, a subtração, a divisão e a multiplicação. Desta maneira é possível calcular percentagens ou proporções através de uma simples regra de três.

Em sua parte superior, estas calculadoras incorporam uma série de teclas com as quais é possível executar várias funções adicionais: operações com frações, funções trigonométricas, unidades derivadas, conversão entre unidades (por exemplo, de polegadas para centímetros), entre outras. No caso das operações com unidades de tempo é possível somar horas, minutos e segundos. Também é usada em funções estatísticas, como a média ou a variância.

No campo da álgebra existem também opções específicas (por exemplo, equações lineares ou de primeiro grau). Por outro lado, estes dispositivos já incorporam certas constantes da física e da química, graças a isso sendo possível obter seu valor.

Esta ferramenta é usada comumente em procedimentos matemáticos ou físicos, assim como em todas as disciplinas associadas à ciência. Naturalmente, trata-se de um dispositivo de grande utilidade no campo acadêmico. Na atualidade, as calculadoras científicas competem com outras alternativas, como as ferramentas web e os aplicativos móveis.

As calculadoras científicas oferecem vantagens evidentes, mas não podem ser usadas sem orientação prévia.

Estes dispositivos proporcionam duas vantagens estratégicas: economizam muito tempo na hora de realizar operações e suas múltiplas funções estabelecem uma diminuição significativa dos cálculos matemáticos. No entanto, para usá-las corretamente é necessário empregar uma metodologia adequada.

Do ponto de vista educacional

O uso das calculadoras científicas no campo acadêmico é uma questão que gera todo tipo de debate. Para alguns, trata-se de uma ferramenta válida, mas que não deve substituir o processo de raciocínio. Neste sentido, muitos docentes defendem seu uso desde que seja complementado com as explicações tradicionais.

Em outras palavras, trata-se de um dispositivo útil quando o usuário sabe qual operação está executando. Como qualquer outra ferramenta tecnológica, esta tem sentido quando serve de apoio ao processo de pensamento.

Imagens Fotolia. kosta_iliev, TWiRote

Relacionados:

  1. Somar, Subtrair, Multiplicar e Dividir
  2. Ábaco
  3. Estatística
  4. Folha de Cálculo
  5. Excel
  6. Álgebra
  7. Funções Sintáticas
  8. Microprocessador
  9. Números Naturais
  10. Aritmética