Herói - Conceito, o que é, Significado

HeroiO herói é aquela pessoa que se comporta de forma corajosa e com determinação. Sua atitude heroica pode ser motivada por um desejo de glória, justiça ou de convicções firmes.

Considera-se um herói a pessoa que não manifesta medo diante de uma situação adversa ou perigosa. Aparentemente é aquele que não tem medo e é capaz de saber controlar-se. Em todo caso, supera o medo e enfrenta o risco sabendo que corre um perigo e que o fracasso é bem provável. Neste sentido, para que um ato seja heroico deve-se incorporar algum elemento importante, normalmente, o herói é aquele com poucas possibilidades de êxito, mas que apesar disso está disposta a superar as dificuldades que aparecem.

A ideia de herói está associada a alguns personagens da história (grandes guerreiros como Cid Campeador ou Hannibal e também líderes como Simón Bolivar, Espártaco ou Gandhi)

Entretanto, existem pessoas anônimas que foram transformadas em heróis (Rosa Parks era uma humilde trabalhadora negra dos EUA, que após negar a ceder seu lugar no banco de um ônibus para um branco se transformou em uma heroína entre os negros, com isso ela se opôs à segregação racial).

No teatro clássico grego, o personagem do herói tem uma característica particular: enfrentar uma força superior, o destino. Apesar disso, assume sua previsível derrota sem renunciar à luta.

Os heróis e as heroínas são protótipos humanos que servem como referência para a maioria da sociedade. Desta forma, atuam como modelos de comportamento. Apesar do respeito e da admiração que provocam, não há quem esqueça que muitos deles tiveram um final trágico como Martin Luther King e Gandhi.

A ideia de herói em certas ocasiões é bastante discutível. Os pilotos kamikazes japoneses eram considerados heróis nacionais, embora outros pudessem vê-los como fanáticos.

O anti-herói

Na história, na literatura e na vida real, o antagonista do herói é o anti-herói. Ele representa os valores opostos: o vilão é medíocre, sem coragem, que não assume riscos, sem ideais e que não cria nenhuma admiração com o próximo. Ao ser o oposto do herói, em certas ocasiões, tem um comportamento miserável e moralmente reprovável.

O anti-herói não tem características nobres e do ponto de vista racional não tem nada que chame a atenção. Na prática, alguns anti-heróis tem algo especial. Prova disso, é a atração pela figura de malvado, um personagem perverso e inclinado a fazer o mal, mas que pode ser interessante para o espectador.

Imagem: iStock. jsteck

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: