Conceito » Cultura » Vênus de Valdivia

Vênus de Valdivia - Conceito, o que é, Significado

Durante o período paleolítico diversas comunidades humanas fabricavam estatuetas, estas que eram de pedra, de madeira ou de marfim. Estas esculturas representavam as mulheres nuas e no mundo da arqueologia eram conhecidas como vênus.

Na costa ocidental do atual território do Equador desenvolveu-se uma cultura pré-colombiana aproximadamente há 5.000 anos: os valdivianos. Este povo se dedicava à pesca, caça e agricultura. Esta cultura é conhecida por suas técnicas cerâmicas e especialmente por suas esculturas de pedra e posteriormente de barro. A Vênus de Valdivia é a escultura mais emblemática.

Quanto às suas características escultóricas, podemos destacar as seguintes:

1) representa normalmente a mulher nu e em suas diferentes fases da vida (a puberdade, a gravidez e a maturidade);

2) as estátuas aparecem com ornamentos (por exemplo, conchas empregadas em colares e elementos decorativos nos lábios);

3) a maioria destas figuras apresentam penteados chamativos e bem elaborados (acredita-se que levantar o cabelo era um símbolo de poder);

4) os braços das mulheres se destacam por seu tamanho;

5) as figuras expressam a dimensão sexual da mulher (o peito volumoso, quadris largos e genitais visíveis).

Interpretação arqueológica

Os arqueólogos concordam em afirmar que a mulher da cultura valdiviana tinha um papel dominante no conjunto da sociedade, neste sentido, pode-se falar de uma sociedade matriarcal. Por outro lado, as estatuetas comunicam que a mulher era valorizada porque simboliza a ideia de fertilidade.

Deve-se destacar que a maioria das vênus eram encontradas em locais de sepultamento e esta circunstância relacionava a mulher à fertilidade da Terra. De acordo com outras interpretações, as estatuetas valdivianas podiam ser ofertadas aos deuses ou um talismã empregado pelos xamãs em rituais de cura.

Além das possíveis interpretações, os arqueólogos coincidem em uma tese: que os valdivianos foram a primeira cultura oleira da América.

As vênus do paleolítico

Desde o final do século XIX estas estatuetas femininas apareceram em diferentes territórios do planeta, como França, Itália, Ucrânia, Áustria e Rússia. As Vênus de Willendorf e de Brassempouy são as mais significativas.

Estas esculturas pré-históricas continuam atraindo o interesse dos arqueólogos, pois é impossível determinar com absoluta certeza o que pretendiam representar. A teoria mais aceita é a ideia de fertilidade associada à mulher.

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: