Conceito » Filosofia » Teleologismo

Teleologismo - Conceito, o que é, Significado

O prefixo grego telos expressa intenção ou finalidade. Neste sentido, a teleologia é o ramo da metafísica que estuda os fins, ou seja, os supostos propósitos de algo ou de alguém. Esta disciplina criou uma corrente de pensamento conhecida como teleologismo.

Na história da filosofia e da ciência

Para Aristóteles, tudo o que ocorre na natureza pode ser explicado a partir de quatro causas. Se aplicarmos este critério a ideia de homem, o resultado seria o seguinte:

1) há uma causa material (a questão do corpo),

2) existe uma causa formal (a estrutura ou forma do corpo),

3) há uma causa eficiente que provocou a união de matéria e forma (neste caso, a causa eficiente seriam os pais de um indivíduo),

4) todo homem tem uma causa final, ou seja, um sentido ou propósito.

Das quatro causas aristotélicas, a causa final foi determinante na hora de explicar questões como o movimento ou os mecanismos da natureza. Com o finalismo como ideia central, os seguidores de Aristóteles entenderam que tudo pode ser explicado conhecendo o "para que" das coisas. Esta abordagem começou a enfraquecer com as propostas de Copérnico e Galileu sobre a ciência.

Embora na atualidade a ciência não pergunte o "para que" dos fenômenos da realidade, a visão do teleologismo se encontra profundamente enraizada na visão da história da humanidade e na mentalidade de muitas pessoas.

Na interpretação da história

Há muitas maneiras de entender a história. Existem aqueles que a concebem como uma simples sucessão de acontecimentos. Em contrapartida, outros acreditam que a história da humanidade está guiada por algo. A visão teleológica da história foi defendida pelo filósofo Hegel.

Segundo sua concepção, os fatos que vão acontecendo expressam na verdade um anseio pela liberdade do espírito humano.

Uma abordagem muito comum na vida cotidiana

Existem pessoas que acreditam estar neste mundo "para algo". Isso significa que de alguma forma acreditam numa espécie de plano para si e que sua missão na vida é realizar este plano da melhor maneira possível. Este tipo de crença é teleológico, pois pressupõe que a vida das pessoas está destinada a um objetivo. Para alguns, este objetivo ou propósito pode ser de caráter espiritual e para outros de natureza material.

De qualquer forma, trata-se de uma ideia muito comum e com certo atrativo (não é o mesmo afirmar que temos um fim na vida do que dizer que estamos aqui sem nenhum propósito). No entanto, existem duas formas de entender a importância da vida: um indivíduo cria seu próprio objetivo ou, pelo contrário, considera que seu objetivo não depende de si, mas de uma força superior que o impulsiona para uma direção ou outra.

Imagem: Fotolia. Ruslan

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: