Conceito » Aprender » Plano de Voo

Plano de Voo - Conceito, o que é, Significado

Para que um avião chegue a seu destino com todas as garantias é necessário partir de uma ferramenta técnica básica: o plano de voo ou PV, conhecido também como flight plan, em inglês. Este plano é cumprido pelo piloto da aeronave em um documento específico.

Em que consiste este documento fundamental?

Antes de elaborar um plano de voo propriamente dito é preciso conhecer com antecedência qual é o aeroporto de origem e de destino e, ao mesmo tempo, a situação meteorológica durante o tempo de voo.

Uma vez concretizado os aspectos anteriores, o piloto deve manipular certas cartas do espaço aéreo superior e outras para o espaço aéreo inferior (estas cartas são consultadas ou não dependendo do tipo de avião).

Obviamente, em todo plano de voo, especifica-se uma série de dados relacionados ao voo que será realizado. Alguns deles são os seguintes: identificação da aeronave, tipo de voo, hora de partida e chegada prevista, a velocidade de cruzeiro, a altura máxima prevista, a rota escolhida e uma rota alternativa, a carga da aeronave, assim como uma série de questões técnicas relacionadas com a segurança aérea e os equipamentos de radiocomunicação. Todas estas informações são expressas em um documento através de códigos e siglas especificas comuns à área internacional da aviação.

Deve-se destacar, por outro lado, que os planos de voo da atualidade já podem ser cumpridos através da internet, sendo que esta circunstância facilita os trâmites dos pilotos. Todos os planos de voo incluem um sistema informático centralizado e podem ser consultados por controladores aéreos do aeroporto de partida e destino.

Utilidade de um plano de voo

Além de um procedimento legal obrigatório na maioria dos voos, estes planos são de grande utilidade em dois sentidos. Em primeiro lugar, porque supervisionam uma série de aspectos técnicos que permitem o voo da aeronave com mais segurança. Em segundo lugar, é uma ferramenta útil para facilitar a gestão do tráfego aéreo.

Em certos voos não é obrigatório um PV

De acordo com as normas da aviação internacional alguns voos não precisam de um plano de voo (PV). São aqueles que ocorrem em espaços aéreos não controlados. Além disso, os serviços de emergência e resgate aéreo também estão isentos de um PV, pois estão envolvidos em um tipo de atividade não previsíveis. Por último, os planos de voos militares contam com seus próprios procedimentos e normas.

Imagem: Fotolia. Monika Wisniewska

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: