Conceito » Direito » PETA

PETA - Conceito, o que é, Significado

As pesquisas sobre o comportamento animal tem mostrado que os animais possuem emoções similares aos humanos. Do ponto de vista jurídico, considera-se que os animais têm certos direitos que devem ser respeitados. Um número crescente de pessoas tem decidido não comer carne, pois desta maneira manifestam seu respeito para com os animais.

Certos espetáculos com animais estão sendo duramente criticados e são considerados violentos e sangrentos. Os exemplos mencionados nos fazem lembrar que nos últimos anos a humanidade como um todo tem mudado sua mentalidade em relação ao reino animal.

Diante deste contexto têm surgido diversas instituições como a PETA, cujas siglas significam mais precisamente “Pessoas pela Ética no Tratamento de Animais” e que em inglês equivale a “People for the Ethical Treatment of Animales”.

Uma organização sem fins lucrativos que luta pelo bem-estar dos animais

A PETA surgiu em 1980 e o foco central de sua atividade consiste em reivindicar os direitos dos animais. Sua sede está localizada na cidade de Norfolk, no estado da Virgínia, mais especificamente na costa leste.

As atividades promovidas pelos colaboradores e ativistas da PETA possuem um caráter de reivindicação. Neste sentido, todos os tipos de abusos são denunciados: a experimentação com animais, o uso recreativo de espécies para satisfazer o lazer humano, o uso de roupas de peles, as lutas entre animais, o consumo excessivo de carne, a intensa criação de animais nas fazendas ou granjas, enfim, qualquer tipo de conduta humana que degrade os animais.

O ativismo da PETA

Os ativistas desta organização são contundentes e enérgicos em sua luta a favor dos direitos dos animais. Acreditam que o consumo de carne está associado a uma matança injustificada. Entendem que os matadouros são lugares sinistros dos quais realizam crimes atrozes.

Para os ativistas da PETA, a caça de baleias, a festa de touros e as brigas de galos são atividades imorais que deveriam ser proibidas. Logicamente, seus membros e simpatizantes acreditam que o ser humano não se comporta de forma ética com os animais e, por este motivo, é necessário uma mudança de mentalidade no conjunto da humanidade.

Os animais têm direitos?

Aqueles que compartilham as teses defendidas pela PETA acreditam que os animais têm direitos e que devem ser respeitados. No entanto, existem opiniões contrárias que dizem não aos direitos dos animais, pois todo direito implica uma obrigação e, logicamente, este critério só pode ser aplicado aos seres humanos. Por outro lado, se um animal não pode diferenciar entre o bem e o mal, não faz sentido afirmar que os animais têm direitos.

Além do debate ético e jurídico sobre este assunto, vale a pena recordar que 10 de dezembro é o Dia Internacional dos Direitos Animais.

Imagem: Fotolia. Elnur Amikishiyev

Relacionados:

  1. Direitos do Animal
  2. Animal
  3. Antropofagia
  4. Causa Animal
  5. Zoocria
  6. Zoologia
  7. Domesticação
  8. Equinodermos
  9. Mastozoologia
  10. Dignidade