Panelas de Cerâmica - Conceito, o que é, Significado

Publicidade

A qualidade dos alimentos é o principal fator na hora de cozinhar. No entanto, o material com o qual é cozido também é muito importante, pois isso influencia no sabor e no odor dos nutrientes.

Publicidade

Principais vantagens

Este material é na verdade uma combinação de barro e argila. As panelas de cerâmica são altamente valorizadas pelos amantes da cozinha tradicional, mas também por aqueles que elaboram pratos de cozinha molecular.

Publicidade

Este material é especialmente resistente e durável. Na hora de preparar os alimentos, o calor é distribuído de maneira eficaz. Trata-se de um material muito poroso, permitindo que o vapor excessivo escape e mantenha assim unicamente a umidade adequada para melhorar o cozimento dos alimentos. Devido à sua porosidade, algumas panelas são revestidas com substâncias metálicas.

Panelas com outros materiais

As de alumínio se destacam por sua alta condução de calor e por serem muito resistentes aos riscos. Os cozinheiros profissionais utilizam panelas de ferro fundido, pois este material é durável e ajuda a preparar os alimentos de maneira uniforme. As panelas de aço inoxidável são resistentes à corrosão e fáceis de limpar.

Já as feitas de cobre são mais resistentes que as de aço ou alumínio. Embora todos os materiais tenham suas vantagens e desvantagens, uma mesma receita terá um resultado ou outro dependendo do tipo de panela utilizada.

O uso de cerâmica começou no Neolítico

O ser humano conhece a argila e os efeitos do fogo sobre ela desde os tempos mais remotos. A argila úmida é muito dúctil e com ela é possível fabricar utensílios de diversas formas. Este material endurece ao ser cozido acima dos 600 graus centígrados e quando atinge os 850 ocorre a vitrificação definitiva. O objeto moldado adquire uma grande resistência.

Trata-se de um material muito abundante na maioria das escavações arqueológicas e calcula-se que as primeiras cerâmicas apareceram no Antigo Oriente por volta do ano 7500 a. C, após o desenvolvimento da agricultura e da pecuária. Esta tecnologia foi determinante para o desenvolvimento social e cultural das civilizações mais antigas.

Atualmente o processo de fabricação da cerâmica tem o mesmo seguimento que milhares de anos atrás: seleção e coleta de matéria-prima, preparação e condicionamento, modelagem, secagem e cozimento. A partir da Idade do Ferro foi introduzido um novo elemento para seu preparo: o torno de oleiro.

Imagem: Fotolia. magdal3na

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: