Conceito » Educação » Oligoelementos

Oligoelementos - Conceito, o que é, Significado

Em grego, o prefixo oligo quer dizer escasso ou pouco. Desta maneira, os oligoelementos são minerais encontrados em nosso organismo em pequenas quantidades. Não são fabricados pelo próprio corpo, mas necessitam ser ingeridos através da dieta alimentar.

São minerais de tipo traço e determinantes para manter uma boa saúde, pois ajudam a metabolizar uma série de processos orgânicos, como a digestão, a atividade muscular ou a respiração. Assim mesmo, são imprescindíveis para o bom funcionamento das células.

Principais oligoelementos e suas funções correspondentes

Em certas ocasiões, estes minerais são comparados com as velas de ignição de um veículo. Um veículo pode estar em perfeito estado, mas precisa da faísca das velas para arrancar corretamente.

- O zinco é um regulador do sistema imunológico e ajuda no desenvolvimento do organismo. Encontra-se na levedura da cerveja ou nas sementes da melancia.

- O cobalto favorece o bom funcionamento do sistema nervoso e potencializa a criação de glóbulos vermelhos. Encontra-se no leite, na carne e nos frutos do mar.

- O ferro combate a anemia e é especialmente benéfico para as mulheres grávidas. É ingerido através da carne, dos ovos e dos legumes.

- O manganês evita o aparecimento da artrose e das alergias, bem como proporciona energia. Encontra-se no germe de trigo, nas verduras, no arroz e nos frutos secos.

- O cobre é um antioxidante que favorece a criação de anticorpos e facilita as funções cerebrais. O corpo o absorve através do chocolate ou dos frutos do mar.

- O iodo intervém na síntese do hormônio da tireoide e é encontrado no sal e no peixe.

- O selênio fortalece o cabelo, as unhas e estimula o sistema imunológico. Pode ser ingerido através do arroz, da cevada e dos flocos de aveia.

- O flúor interage na formação dos ossos e no esmalte dentário. Entre os alimentos que o contêm se destacam a cebola, o alho e os cereais.

Todas estas figuras têm suas doses recomendadas correspondentes. Se consumidos excessivamente podem desencadear um período de toxicidade.

Observando a oligoterapia como parte da homeopatia

Este tipo de tratamento alternativo é realizado em relação a algumas alterações ou patologias, tais como alergias, enxaquecas, psoríase, prevenção de infecções ou distúrbios associados à menopausa.

Nesta modalidade terapêutica, detecta-se a distribuição dos oligoelementos no organismo e, em seguida, estabelece um tratamento com as doses adequadas de cada mineral.

Imagem: Fotolia. Volodymyr Shevchuk

Relacionados:

  1. Osteócito
  2. Nutrição
  3. Fósforo
  4. Microbioma
  5. Regulador
  6. Esqueleto
  7. Sistema Nervoso
  8. Vitaminas
  9. Ômega 3, 6 e 9
  10. Fontes de energia