Modelo Atômico - Conceito, o que é, Significado

O conhecimento do átomo é possível graças a um modelo explicativo, o conhecido modelo atômico. Trata-se de uma representação gráfica ou simbólica do átomo que permite compreender a estrutura de todas as partículas compostas.

Diversas explicações sobre os átomos ao longo da história

A primeira referência do átomo aconteceu na Grécia antiga através do filósofo Demócrito, que afirmou que o átomo é a menor partícula da matéria, sendo indivisível e indestrutível. Suas ideias foram resultado de uma intuição intelectual e não da experimentação.

No século XIX, o cientista britânico John Dalton explicou uma série de leis até então desconhecidas e que são considerados como o primeiro passo da teoria atômica moderna. Dalton explicou a lei sobre a conservação de massa, lei da composição constante e a lei das proporções múltiplas. Dalton imaginava que os átomos eram como esferas compactas e com tamanhos e massas diferentes.

No início do século XX, o inglês Joseph Thompson experimentou os raios catódicos e concluiu a existência de partículas negativas dentro do átomo, chamando estas partículas de elétrons. Isto lhe fez pensar a necessidade de partes positivas para neutralizar as cargas negativas do elétron, por este motivo, seu modelo considera o átomo como uma esfera de matéria positiva em torno da matéria negativa. Com a contribuição de Thompson foi concedido ao átomo uma partícula divisível e, por outro lado, foi ele quem descobriu a relação entre a massa e a carga elétrica do átomo.

Modelo atômico atual

Os átomos não são visíveis, portanto é necessário uma teoria ou modelo para entender como funcionam. Atualmente o átomo é composto por duas partes: o núcleo que se encontra no centro e a periférica onde estão os elétrons. O núcleo é formado por prótons que contam com uma massa determinada e uma carga positiva e, por outro lado, pelos nêutrons que contam com uma massa similar a dos prótons, mas com uma carga elétrica de zero (por esse motivo são chamados de nêutrons).

Na periferia do átomo estão os elétrons, que contam com uma massa determinada e uma carga elétrica igual a do próton, porém negativa. Esta estrutura do átomo é a base da teoria atômica atual. Para expressar sua representação o átomo vai acompanhado de sua massa atômica e do seu número atômico. O conceito número atômico representa o número de prótons que há no núcleo atômico e o conceito de massa atômica representa o número de prótons mais o número de nêutrons que há no núcleo.

Imagem: Fotolia. kirillkazachek

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: