Groenlândia - Conceito, o que é, Significado

O território da Groenlândia é uma imensa ilha localizada no hemisfério norte do Oceano Atlântico. Sua extensão supera os 2.100.000 quilômetros quadrados e a população não chega a 60.000 habitantes, dos quais um terço vive em Nuuk, a capital. Grande parte do seu território está coberta de neve durante o ano todo.

Administrativamente faz parte da Dinamarca e se trata de um estado livre associado ao governo dinamarquês. Isso significa que seus habitantes têm sua própria legislação, mas estão politicamente vinculados a outro estado.

Outros dados de interesse

Existem importantes reservas de petróleo e gás. Por outro lado, há também minerais e diamantes. Neste sentido, é um território a ser explorado e com grandes possibilidades. No entanto, o Greenpace tem denunciado as ações de extração de petróleo, pois esta prática pode agravar a mudança climática em todo o planeta.

Do ponto de vista histórico, seu descobridor foi o explorador norueguês Erik el Rojo, que no século X fundou o primeiro assentamento na ilha.

O governo dinamarquês proporciona infraestrutura e os serviços básicos. Deve-se destacar que todas as construções contam com calefação e estão adaptadas às baixas temperaturas.

Todos os alimentos e bens de consumo são trazidos do exterior, uma vez que há apenas manufaturas de peixe no país.

Na Groenlândia, a terra pertence a toda a comunidade porque o direito de propriedade não está reconhecido sobre a terra. Não existem estradas e o único meio de transporte é o avião, o navio ou o trenó.

Os inuits são os habitantes originários da Groelândia

Popularmente conhecidos como esquimós, os inuits constituem uma etnia única. Eles têm fortes laços comunitários e familiares. São pessoas normalmente tímidas e de temperamento tranquilo. Este povo indígena conseguiu adaptar-se às severas condições climáticas do seu entorno.

Em suas origens eram nômades, os homens se dedicavam à caça e as mulheres curtiam as peles. Entre eles era habitual a troca de esposas e o sacrifício dos membros mais fracos da comunidade. Antigamente, a gordura da mulher era considerada um atributo muito positivo, pois entendia ser um sinal de boa saúde e fertilidade.

De acordo com algumas crônicas, no início do século XIX, os inuits pensavam que eram os únicos habitantes do planeta. Com o passar do tempo adquiriram os costumes ocidentais e se tornaram sedentários.

Apesar da sua adaptação aos esquemas ocidentais, conservaram algumas de suas tradições: o beijo esfregando o nariz, a construção de iglus em territórios isolados e a caça de ursos polares e focas.

Imagem: Fotolia. smallredgirl

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: