Conceito » Educação » Espúrio

Espúrio - Conceito, o que é, Significado

O adjetivo espúrio vem do latim, mais concretamente do vocábulo spurius. Pode-se dizer que possui dois significados. Por um lado, refere-se a algo ou alguém que desde a sua origem se encontra degenerado por algum motivo. Por outro lado, trata-se de tudo que é enganoso, perverso, inautêntico ou falso em algum sentido. Em qualquer um dos seus usos, o termo espúrio tem uma conotação depreciativa.

Deve-se ressaltar que esta é uma das palavras que normalmente é escrita de forma incorreta, aparecendo como espureo, uma palavra inexistente.

Filho espúrio

Atualmente, emprega-se o conceito filho ilegítimo ou filho extraconjugal, mas antigamente se falava de filho bastardo ou filho espúrio. Neste último caso, são crianças nascidas fora do casamento legal de seus pais ou então quando o filho tem um pai desconhecido. Neste sentido, vale lembrar que os antigos romanos utilizavam a denominação Sine Pater (sem pai) para referir a todos as crianças de pais desconhecidos.

O uso da palavra em diferentes contextos da linguagem

As ideias argumentadas a partir de dados falsos, manipulados ou adulterados são espúrias, consequentemente, não podem ser consideradas verdadeiras.

Costuma-se dizer que uma pessoa pronuncia palavras espúrias quando diz falsidades com a intenção de manipular os demais.

Podemos empregar o termo espúrio como um insulto dirigido a alguém que mente, manipula e engana.

Se um indivíduo finge ser o que não é, significa que tem uma atitude espúria, pois se trata de um comportamento falso e mentiroso.

Na terminologia própria da estatística existe a relação espúria e consiste em dois dados ou acontecimentos matemáticos que não mantêm nenhuma conexão lógica.

Um cultismo em desuso

Na linguagem cotidiana, costumamos dizer que algo é falso, corrupto ou incorreto. Poderíamos usar a palavra espúrio, mas na prática ela é usada apenas em contextos de linguagem culta ou muito formais.

A maioria dos cultismos são palavras que provêm do grego ou do latim, mas com o passar do tempo não evoluíram nem incorporaram novos significados. Assim, espúrio é um claro exemplo a este respeito.

Outros cultismos em desuso são os seguintes: atibar (do latin stipare que significa preencher uma escavação), coramvobis (que vem do latin Coram Vobis e quer dizer nossa presença) ou entrambos (que é uma contração do latim inter ambos e equivale ao adjetivo ambos).

Imagem: Fotolia. nuvolanevicata

Relacionados:

  1. Filho Bastardo
  2. Broto
  3. Filicídio – Fratricídio
  4. Virgem Maria
  5. Opróbrio
  6. Peculato
  7. Priapismo
  8. Família Reconstruída
  9. Alelos
  10. Família