Conceito » Saúde » Disartria

Disartria - Conceito, o que é, Significado

A disartria é um distúrbio neurológico que atinge a fala. Aqueles que sofrem com este transtorno têm muitas dificuldades para serem entendidos, já que não articulam bem as palavras. O cérebro envia ordens para a musculatura da fala, mas a relação entre o cérebro e os órgãos da fonação não é a correta.

Origem, sinais externos e prevenção

Em algumas lesões cerebrais, como o acidente vascular cerebral, o Parkinson ou os tumores, os órgãos utilizados na fala podem ser alterados em algum sentido, seja na intensidade dos movimentos da boca ou na articulação da linguagem. Para detectar esta alteração no cérebro é comum recorrer à ressonância magnética ou à tomografia.

Além da linguagem confusa e às vezes incompreensível, as pessoas com disartria não controlam a saliva, apresentam assimetria facial, alterações na voz e, em alguns casos, é difícil mastigar os alimentos.

Do ponto de vista neurológico, para prevenir a disartria é aconselhável evitar fatores de risco, como o colesterol e a hipertensão arterial.

O fonoaudiólogo é o profissional especializado que trata esta alteração

O objetivo do fonoaudiólogo com pacientes disártricos é garantir que sua comunicação melhore o máximo possível. Para isso, utilizam uma série de técnicas:

1) massagem com frio quando o tônus muscular facial é limitado e massagem com calor quando o tônus muscular aumenta;

2) utiliza-se uma escova elétrica da higiene bucal para estimular a área orofacial;

3) realizam-se exercícios de ginástica bucal, mais conhecidos como braxias (estes movimentos com a boca são realizados na frente de um espelho);

4) existe uma série de movimentos específicos de respiração e de coordenação da voz;

5) executam-se exercícios para melhorar a articulação das palavras.

Como em outras disfunções da fala, é importante que o fonoaudiólogo trabalhe em conjunto com o paciente e sua família. Deve-se levar em conta que a disartria pode vir acompanhada de outros problemas associados, especialmente a depressão e o isolamento social. Em alguns casos, as pessoas com este tipo de problema precisam se comunicar de formas diferentes, por exemplo, com gestos ou escrevendo o que querem dizer.

Não é um transtorno do idioma, mas sim da fala

Os pacientes com este problema conhecem perfeitamente o idioma. Sua alteração afeta exclusivamente a capacidade de comunicação, ou seja, da fala.

A disartria atinge os órgãos que participam da fala, como a boca, a laringe, as cordas vocais e a língua.

Imagem: Fotolia. iuricazac

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: