Conceito » Psicologia » Vergonha Alheia

Vergonha Alheia - Conceito, o que é, Significado

Sentimos vergonha quando cometemos um erro, nos fazemos de tolo na frente dos outros ou nos arrependemos de nossas ações por considerá-las inapropriadas. Este sentimento pode vir acompanhado de uma vermelhidão facial, de nervosismo ou certo mal-estar interior.

No entanto, em algumas ocasiões, as ações alheias são aquelas que provocam vergonha em nós. Assim, quando isso acontece, se fala de vergonha alheia.

Dois exemplos ilustrativos de situações

Vamos imaginar que estamos diante de um espetáculo de humor na qual o comediante procura fazer rir aos espectadores através de suas graças e piadas. Em nosso assento notamos que ninguém ri e por causa disso sinto vergonha alheia pelo desempenho do humorista.

Um palestrante se encontra diante de um grande público que está interessado no assunto a ser tratado. Porém, este orador tem um problema de fala e suas palavras não são bem compreendidas. Muitos dos presentes se sentem desconfortáveis e ansiosos para que a palestra termine quanto antes.

Nos exemplos acima mencionados, existem dois personagens: aquele que chama a atenção negativamente por algum motivo e outros que se sentem envergonhados, ou seja, com vergonha alheia.

Usado como estratégia em alguns programas de televisão

Em alguns programas é comum recorrer a personagens bizarros ou extravagantes que de alguma forma fazem papel de bobo diante das câmeras. Muitos espectadores podem sentir vergonha alheia com este tipo de atitude. Aqueles que elaboram estes programas sabem que o mecanismo da vergonha alheia pode atrair os telespectadores.

Por que surge esta sensação?

Esta pergunta não tem uma resposta única, pois este sentimento depende de muitos fatores (a relação que temos com a pessoa que nos provoca o sentimento, nosso próprio caráter ou o ridículo da situação). No entanto, há uma questão que poderia explicar este tipo de reação: a participação dos chamados neurônios espelho. Estes neurônios têm a função de gerar empatia aos demais.

Se alguém boceja ao nosso redor, acabamos bocejando por imitação. Da mesma forma, se alguém nos atinge ridiculamente, nosso cérebro acaba gerando um mecanismo de empatia com esta pessoa e acabamos sentindo vergonha alheia.

Deve-se levar em conta que a vergonha alheia envolve, na maioria dos casos, colocarmos no lugar do outro, consequentemente, vivemos esta situação lamentável como se fosse a nossa.

Em outras palavras, somos seres sociais e o que acontece com os outros não é indiferente. A emoção dolorosa e incômoda da vergonha alheia indica que somos pessoas com empatia.

Imagem: Fotolia. kei907

Relacionados:

  1. Opróbrio
  2. Coitofobia
  3. Ominoso
  4. Contrição (ato de contrição)
  5. Mea Culpa
  6. Stand Up
  7. Medo de Palco
  8. Gratidão
  9. Autocompaixão
  10. Eustress (estresse positivo)