Conceito » Direito » Prejulgar

Prejulgar - Conceito, o que é, Significado

Quando avaliamos ou opinamos sobre algo antes de conhecer significa que estamos prejulgando. Assim, a ação de prejulgar implica em fazer o julgamento de algo, sem informações suficientes. A pessoa que age desta forma parte de um pré-conceito sobre alguém ou algo e esta atitude é considerada razoável, já que para avaliar algo é conveniente partir de uma informação prévia.

A ação de prejulgar está diretamente relacionada com a ideia de justiça

Quando falamos de justiça, nos referimos a uma questão jurídica, mas também ao princípio moral de que cada indivíduo na hora de avaliar uma ação em particular.

A tendência a prejulgar se opõe à busca pelo verdadeiro conhecimento, já que a verdade sobre algo só pode ser alcançada através de um método rigoroso e em qualquer método a estratégia que não deve ser utilizada é afirmar algo sem saber.

Uma atitude injusta

De qualquer maneira todos nós damos nossa opinião (nosso julgamento pessoal) sobre qualquer tipo de problema, por exemplo, em relação às pessoas que estão à nossa volta ou relacionado a temas da atualidade.

A opinião pode ter duas categorias: uma opinião com base em dados concretos e outra baseada em crenças e preconceitos. Esta segunda opção pode ser considerada claramente desacertada e em grande parte injusta. Aliás, é injusta porque se trata de uma ideia sem fundamento.

Considerações sobre os preconceitos

Do ponto de vista do comportamento humano o preconceito é uma atitude diante da vida, ou seja, uma predisposição que têm certas pessoas.

O preconceito como atitude não é apenas uma conduta injusta, mas também conta com outros efeitos negativos: mostra uma pessoa que é pouco rigorosa com as palavras e suas opiniões que prejulga são pouco confiáveis.

As pessoas preconceituosas rejeitam as opiniões alheias e não estão abertas a novas ideias

Suas ideias costumam ter o seguinte esquema: isto é assim (o "isto" pode ser qualquer coisa, mas o que importa é que não estão dispostos a mudar de opinião).

Os preconceitos têm uma dimensão pessoal, mas também coletiva. Deve-se ressaltar que certos grupos ou coletivos são rotulados com ideias preconcebidas ou clichês que, desta maneira, criam equivalências que distorcem a realidade, tais como cigano = ignorante, catalão = avarento, argentina = amante do futebol, caribenho = alegre, entre outras.

Imagem: Fotolia. hbrh

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: