Conceito » Saúde » Perfusão

Perfusão - Conceito, o que é, Significado

Do ponto de vista da fisiologia, a perfusão é o mecanismo pela qual as células do corpo e seus órgãos correspondentes são alimentados com oxigênio e nutrientes. Assim, a perfusão permite o correto funcionamento celular.

No ser humano, o transporte de oxigênio e de nutrientes é efetuado através do sangue para as artérias e, em seguida, aos capilares. Assim, a medicina costuma falar de dois tipos de perfusão: a cerebral e a pulmonar. Tanto o cérebro como os pulmões são alimentados pelo sangue que circula e isso é possível graças à perfusão.

Perfusão cerebral

O sangue que percorre o cérebro tem um fluxo determinado, conhecido como fluxo sanguíneo cerebral ou FSC. Para que isso seja possível, deve haver certa pressão, conhecida como pressão de perfusão cerebral ou PPC. Esta pressão está diretamente relacionada com a pressão arterial e com a pressão intracraniana.

O cérebro humano tolera as alterações na pressão sanguínea em certos limites. Assim, se a perfusão cerebral diminui ocorre uma vasodilatação cerebral e quando aumenta a perfusão cerebral o efeito é oposto, ocorre uma vasoconstrição.

Perfusão pulmonar

Para que os pulmões funcionem corretamente, deve haver um equilíbrio entre a perfusão e a ventilação. A perfusão contribui com a irrigação sanguínea que atinge os pulmões para mobilizar a entrada de oxigênio.

A ventilação é o processo pelo qual o ar se move através da atmosfera até os pulmões e vice-versa; tudo isso gera uma troca gasosa. Portanto, existe uma relação estreita entre a perfusão e a ventilação pulmonar.

Nos últimos anos foram introduzidas técnicas de perfusão pulmonar artificial

Este sistema permite a realização de transplantes de pulmão. Consiste em fazer funcionar os pulmões como se já estivessem implantados na pessoa receptora.

Para que isso seja possível se utiliza uma máquina de perfusão pulmonar ex vivo, onde esta máquina permite que os pulmões sejam mantidos vivos, uma técnica que tem salvado muitas vidas. Mais particularmente, a perfusão ex vivo é eficaz em pessoas com obstrução pulmonar crônica e que necessitam de um transplante de pulmão.

O papel do perfusionista como profissional sanitário

O especialista sanitário que trata da perfusão é conhecido como perfusionista, uma especialidade que tem um papel primordial em alguns procedimentos cirúrgicos, por exemplo, naqueles que se realizam com o coração aberto. A função deste profissional é controlar e monitorar os níveis de sangue que passam pelo coração e os pulmões.

Imagem: Fotolia. Monkey Business

Relacionados:

  1. Isquemia
  2. Acidente vascular cerebral
  3. Somatometria
  4. Sistema Nervoso Central
  5. Sistema Circulatório
  6. Pulso
  7. Trombofilia
  8. Respiração
  9. Tecido Sanguíneo
  10. Órgãos Vitais