Percepção - Conceito, o que é, Significado

PercepcaoChamamos de percepção à captação sensorial de um fenômeno seja interno como externo. Assim, o fenômeno da percepção está ligado à função que dentro do organismo possui os denominados cinco sentidos: tato, olfato, visão, audição e paladar. É basicamente uma maneira que tendem os organismos vivos de conhecer o ambiente a um nível primário.

O primeiro canal de percepção a ser considerado é a visão, que se baseia na captação da luz onde refletem os objetos através dos olhos. Assim, existem células receptoras denominadas cones e bastonetes. Os cones se relacionam principalmente com a visão diurna e em cores, enquanto que os bastonetes estão ligados com a visão noturna. Esta informação se transfere através do nervo ótico ao cérebro para ser decodificada.

O segundo canal a ser considerado é o tato, que permite avaliar as qualidades dos objetos como temperatura, suavidade, etc. Ele se localiza na pele, órgão que contém multiplicidade de receptores nervosos que transformam os diversos tipos de estímulos recebidos em informação a ser interpretada pelo cérebro.

O terceiro canal é o paladar, que consiste em receber informação química dos alimentos que entram na boca através das papilas gustativas; estas se encontram na língua, órgão musculoso. Os impulsos nervosos são conduzidos desde as terminações sensitivas até chegar à medula espinhal, passando pelos nervos facial e glossofaríngeo.

O quarto canal ou sentido é o olfato, encarregado da percepção dos odores. Este se localiza no nariz, mais particularmente nas células olfativas da pituitária, que recebem estímulos químicos de substâncias voláteis, isto é, desprendidas de vapores.

Finalmente, o ultimo canal a ser considerado é o sentido da audição. Este é basicamente a captação de ondas acústicas que se expandem pelo espaço até atingir o tímpano; este órgão vibra e sua vibração chega a um conjunto de pequenos ossos que amplificam a vibração até afetar as células que transformam as ondas em informação, que são enviadas ao nervo auditivo e, em seguida, ao córtex auditivo para sua decodificação.

O fenômeno da percepção foi amplamente discutido no campo da filosofia, particularmente na chamada epistemologia. Na verdade, sempre foi um problema determinar os limites que a percepção tem para conhecer os efeitos de um determinado fenômeno, limites que são necessários em toda sua dimensão quando se trata de elaborar teorias científicas.

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: