Conceito » Psicologia » Monogamia

Monogamia - Conceito, o que é, Significado

A monogamia é uma forma de entender o amor, um estilo de amar na qual existe um compromisso entre duas pessoas dentro de um relacionamento de exclusividade. Isto é, um amor para dois. A partir deste ponto de vista, a monogamia é contrária à poligamia.

A monogamia se refere a essa exclusividade durante o tempo que dura a relação. Uma reciprocidade do ponto de vista emocional e sexual. Portanto, a fidelidade é um valor fundamental neste tipo de vínculo afetivo.

O amor exclusivo

A partir desta perspectiva, quando uma pessoa assume um compromisso com seu parceiro ou parceira, adquire um envolvimento emocional nesta história de amor, descartando qualquer possível envolvimento com potenciais candidatos dentro das mesmas condições.

É possível terminar esta relação para iniciar uma nova, mas para uma pessoa que tem uma visão de amor fiel, é incompatível a ideia de ter uma relação de amor com diferentes pessoas ao mesmo tempo ou levar uma vida dupla.

A monogamia está também influenciada pelos costumes sociais e culturais de um povo. Duas pessoas podem viver um amor fiel e verdadeiro mesmo num relacionamento à distância, uma vez que a essência do vínculo é também emocional.

Atualmente, a monogamia é a estrutura social dominante nos países que possuem uma influência cristã

Muitas vezes, o início de um relacionamento se dá por assumido quando o outro também aspira a manter uma relação monogâmica, sem que se trate desta questão no início da história. Isto pode dar lugar a vínculos de frustração, pois não existem expectativas comuns para ambos. O oposto de uma relação monogâmica é uma relação aberta.

No entanto, é importante que o relacionamento seja claro, saber exatamente o que foi determinado entre ambos (um pacto de mútuo acordo). O filme "Anna e o Rei", protagonizado por Jodie Foster é um exemplo de história que expressa, entre outros temas, a forma como a cultura influencia o amor no modo de viver.

Recomendação de filme

O filme conta a história de Anna Leonowens, uma professora britânica que viaja à Tailândia para trabalhar para o Rei Siam como formadora de seus 58 filhos. A chegada de Anna à Tailândia no contexto temporal do século XIX coloca a governanta diante de um novo quadro cultural que rompe com seus esquemas e valores.

Imagem: Fotolia. Radarani

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: