Conceito » Religião » Jihadismo

Jihadismo - Conceito, o que é, Significado

Em princípio, a palavra árabe jihad pode ser traduzida como esforço ou luta. Trata-se de um termo que no contexto do Islã tem um duplo sentido. Desta maneira, se este esforço é aplicado num sentido bélico, a jihad é uma luta contra os inimigos do Islã e deve ser considerada como uma ação de legítima defesa contra um ataque violento. Se o esforço é de natureza espiritual, trata-se de uma luta interior na qual todo muçulmano deve realizar para atingir a plenitude como indivíduo. No primeiro caso se fala de jihad menor e no segundo jihad maior.

No Alcorão existem alguns versos onde aparece a palavra jihad, entendida como uma luta contra os descrentes ou infiéis, especialmente os judeus e cristãos.

Apesar de a religião muçulmana levar implícita uma mensagem de paz e harmonia, alguns grupos extremistas interpretam o conceito de jihad como um incitamento à luta armada e ações terroristas. Quando isso acontece ocorre o fenômeno do jihadismo, o que para alguns grupos terroristas equivale à ideia de Guerra Santa.

Uma pincelada histórica

Os primeiros grupos jihadistas apareceram no Egito, na década de 1970, e tiveram a aspiração de impor um islamismo radical no país. Estes grupos foram imitados por outros países árabes em maior ou menor proporção. Por outro lado, a Guerra do Afeganistão estabeleceu um novo episódio na evolução do jihadismo, uma vez que os soviéticos haviam ocupado o país e alguns muçulmanos consideravam a legitimidade de se defender contra uma potência estrangeira que ocupava um território tradicionalmente muçulmano.

A partir da Guerra do Afeganistão surgiram no mundo árabe grupos de voluntários dispostos a expulsar os invasores, os infiéis e, por fim, todos aqueles que não seguiam as doutrinas do Islã.

Em 1988, o conflito do Afeganistão estava em sua fase final quando a Al-Qaeda surgiu com um movimento político-religioso que propunha a extensão da jihad em qualquer território onde os muçulmanos estivessem ameaçados, como a Palestina, a Síria e o Iraque.

O jihadismo salafista

O jihadismo mais conhecido é o salafista, um corrente que defende o regresso do verdadeiro Islã e, paralelamente, recusa qualquer forma de democracia. O jihadismo salafista promove ações para livrar os países muçulmanos de qualquer influência estrangeira.

A utopia salafista é, em poucas palavras, a doutrina religiosa que inspirou os movimentos jihadistas.

Imagem: Fotolia. fabrika

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: