Homo Habilis - Conceito, o que é, Significado

Há uns três milhões de anos houve uma grande glaciação que ocasionou uma mudança climática no conjunto do planeta. Foi um período de mudanças drásticas na temperatura e de pouca chuva nas regiões tropicais. Diante desse contexto, a espécie dos australopithecus evoluiu e a partir daí houve uma transformação conhecida pelo nome de homo habilis. Portanto, o homo habilis é um hominídeo considerado o primeiro ser humano propriamente dito. Recebeu esta denominação porque foi o primeiro hominídeo em manifestar sua habilidade para manipular utensílios.

O homo habilis é um pouco mais alto que seus antecessores, mas sua principal diferença está no seu cérebro, pois o cérebro dos homo habilis é cinquenta por cento maior que os australopitheus

Esta particularidade lhe permite enfrentar desafios mais complexos e estratégias mais elaboradas.

O homo habilis sabe organizar-se com outros indivíduos de sua espécie para caçar animais de maneira mais eficaz. Sua inteligência maior lhe permite questionar sobre o que há ao seu redor.

Através de uma maior capacidade intelectual, aprende a cortar pedras para transformá-las em armas de caça. Estes utensílios podem servir também para cortar a pele dos animais caçados. A invenção da ferramenta de pedra é revolucionária porque permite aproveitar a carniça de outros animais e esta circunstância traz nutrientes alimentares que melhoram a qualidade de vida em geral. A incorporação das ferramentas de pedra foi o primeiro passo para outras invenções mais sofisticadas.

Ao ter uma ferramenta em suas mãos o homo habilis já pode experimentá-la. Através do ensaio e do erro comprova sua utilidade. Quando a ferramenta não serve mais, ela pode ser modificada de alguma maneira até que possa ser realmente útil.

A tecnologia começou com o homo habilis

A nova maneira de usar a inteligência estabeleceu uma mudança qualificativa na evolução humana. Pode-se dizer que o homo habilis ganhou confiança e com suas novas ferramentas começou a transformar o mundo. Aos poucos, seus avanços tecnológicos foram melhorados e são transmitidos de geração em geração.

O homo habilis não só inventa ferramentas, mas também explora novos territórios e manipula ideias para encontrar soluções a todo tipo de problema ou ameaça. Para tornar sua existência mais suportável vivem em clãs e os laços entre os membros do grupo criam uma linguagem primitiva e bem simples. Os sons articulados em sua comunicação se tornam uma nova e poderosa ferramenta. O avanço intelectual do homo habilis o levou a inventar algo revolucionário que mudou a história da humanidade: o fogo.

Imagem: Fotolia. sashazerg

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: