Conceito » Filosofia » Exoterismo

Exoterismo - Conceito, o que é, Significado

Como muitos outros conceitos, o exoterismo adquire seu verdadeiro significado quando comparado com seu antônimo, o esoterismo. Ambos são termos gerais, que podem ser aplicados a certas doutrinas filosóficas ou religiosas da antiguidade.

Exoterismo versus esoterismo

Nas escolas filosóficas da Grécia Antiga havia uma clara distinção entre dois tipos de conhecimento: uns para iniciantes e outros para a elite intelectual e espiritual. Assim, as obras de Aristóteles se dividiam em duas categorias: as esotéricas e as exotéricas. As primeiras eram destinadas a seus discípulos do Liceu e nelas poderia conhecer a fundo determinado assunto, como a lógica, a ética ou a metafísica aristotélica. Sobre as obras exotéricas, deve-se destacar que nenhum delas é preservada, mas através de algumas referências se sabe que eram destinadas a um público não especializado.

Esta distinção inicial entre o esoterismo e o exoterismo tem servido como referência para algumas religiões ou escolas filosóficas do mundo antigo. Neste sentido, vale a pena lembrar que Platão, professor de Aristóteles, conservava as obras exotéricas, ou seja, aquelas que eram destinadas ao público em geral.

O exoterismo não é um conhecimento específico, mas se refere a um nível de conhecimento inferior ao esoterismo

Desta forma, um iniciante nesta doutrina se encontra no plano exotérico, enquanto que alguém que conhece a fundo a escola filosófica se encontra no plano esotérico.

Em algumas religiões, especialmente o Islamismo e o Judaísmo, ainda há uma clara distinção entre estes dois conceitos para definir o nível de profundidade de conhecimento. Os alquimistas da Idade Média também dividiam seus conhecimentos em dois planos: as escrituras desta disciplina faziam parte do exoterismo e a interpretação profunda pertencia ao campo do esoterismo.

A partir do século XIX, a distinção clássica distinção os dois conceitos desaparece

Com a extensão do conhecimento nas escolas e nas universidades, o mundo acadêmico do século XIX abandonou a distinção tradicional entre exoterismo e esoterismo. Desta maneira, toda disciplina é exotérica, pois está destinada a qualquer pessoa que queira aprendê-la.

O conceito esotérico adquiriu um novo significado e foi usado pela primeira vez para se referir a um conjunto de disciplinas não-científicas e a ter uma dimensão espiritual e misteriosa, como o tantrismo, a teosofia, a astrologia e o ocultismo. As disciplinas que fazem parte do esoterismo são chamadas de ciências ocultas.

Imagem: Fotolia. tawatchai1990

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: