Conceito » História » Era Vitoriana

Era Vitoriana - Conceito, o que é, Significado

Entre 1837 e 1901 a coroa britânica esteve nas mãos da rainha Vitória. Durante seu longo reinado o Reino Unido se consolidou como a primeira potência mundial e um dos maiores impérios da história. Os historiadores se referem a este período através do termo: a era vitoriana.

A estabilidade política e o boom econômico fizeram do Reino Unido uma grande potência

Do ponto de vista político, a democracia britânica se manteve estável e separada dos processos revolucionários de outras nações europeias. Enquanto outros povos montavam barricadas nas ruas e viviam uma época de grande agitação social, os britânicos solucionavam seus problemas nas câmaras de representação popular.

No plano econômico, o Reino Unido viveu um período de grande expansão, especialmente na indústria têxtil e no setor financeiro

Do ponto de vista comercial, os britânicos impulsionaram as importações de matérias-primas a preços baixos, ao mesmo tempo em que vendiam seus produtos têxteis em todo o mundo.

No campo energético, os britânicos foram os maiores produtores mundiais de carvão. A rede ferroviária e o telégrafo foram elementos-chave da economia nacional.

A expansão econômica teve apenas alguns episódios conflitantes (por exemplo, a guerra nos Estados Unidos provocou queda no fornecimento de algodão para a indústria têxtil).

Uma sociedade com grandes contrastes

Apesar do notável crescimento econômico, a sociedade britânica apresentava grandes contradições. Na cidade de Londres havia bairros inteiros onde as pessoas viviam em condições miseráveis.

Enquanto as classes abastadas viviam cercadas de luxo e glamour, os operários das fábricas trabalhavam em condições muito precárias. Em 1847 houve um importante avanço, onde mulheres e crianças foram proibidas de trabalhar por mais de 10 horas ao dia.

Não é de se estranhar que neste clima de opressão trabalhista surgissem os primeiros sindicatos de trabalhadores no Reino Unido.

A rainha e o servo indiano

Durante a era vitoriana foi promovida uma moralidade puritana em todas as esferas da vida. Neste sentido, alguns intelectuais expressaram certo desconforto com as atitudes hipócritas dos puritanos.

A própria rainha Vitória teve um caso de amor com um de seus assistentes indianos, Abdul Karim. Esta relação tinha um componente hipócrita evidente, pois a rainha expressava preconceitos sociais e raciais, mas em sua vida íntima mantinha relações com um criado de outra raça.

Ambos foram amantes durante uma década e quando a rainha faleceu em 1901, a família real tentou esconder qualquer testemunho ou evidência que relacionasse a rainha ao seu servo.

Relacionados:

  1. A Carta da Jamaica (1815)
  2. Primeiro Mundo
  3. Paz Armada (1870-1914)
  4. Grupo dos 77
  5. Monarquia
  6. Regime Antigo
  7. Bicameralismo: Câmara Baixa e Câmara Alta
  8. Plano Marshall
  9. Neocolonialismo
  10. Superpotência