Deísmo - Conceito, o que é, Significado

Num sentido geral, o conceito deísmo equivale ao mesmo que teísmo, ou seja, uma doutrina que afirma que Deus existe, portanto oposta ao ateísmo. Na verdade, tanto o deísmo como o teísmo compartilha a ideia de Deus como princípio da criação. Entretanto, há uma diferença entre ambos os conceitos: segundo o teísmo a existência de Deus se baseia tanto na fé como na razão, enquanto que para o deísmo a existência de Deus é uma questão estritamente racional.

O deísmo como abordagem filosófica

Se levarmos em conta as religiões monoteístas, a existência de Deus se baseia em uma revelação de Deus aos homens, a partir disso se inicia uma tradição religiosa, o judaísmo, o cristianismo ou o islamismo. Segundo a abordagem do deísmo, a ideia de Deus é criada a partir da própria razão humana e além da revelação, da fé e dos textos sagrados. Isto quer dizer que o deísmo parte do conceito de Deus como o princípio originário do universo. Em outras palavras, o Deus dos deístas é um Deus racional.

O deísmo como corrente filosófica teve início na França, no século XVIII, também conhecido como Século das Luzes. Para os deístas, os conceitos de pecado, redenção ou milagre não têm nenhum protagonismo para entender a ideia de Deus. O Deus dos deístas é de alguma forma o Deus de todas as religiões.

Como postura intelectual o deísmo pode ser definido como uma religião laica

É uma religião porque traz uma visão global da realidade e, ao mesmo tempo, parte de um Deus criador. Mas esta religião tem um componente laico, já que a ideia de Deus não faz parte de nenhuma tradição religiosa.

Do ponto de vista filosófico, o deísmo é uma tentativa de combinar a razão humana com a existência de um Deus criador. O deísmo está conectado a tradições religiosas como o budismo ou hinduísmo, pois em ambas há uma ordem do universo similar à concepção dos deístas. Assim, para um budista a existência do mal está relacionada com a falta de harmonia espiritual em cada indivíduo. Vale a pena lembrar que para um cristão o mal é uma consequência do pecado original.

Diversas maneiras de entender o deísmo

Os filósofos desta corrente não apresentam uma visão única. Assim, para alguns, há um Deus que governa o mundo e castiga os humanos quando atuam guiados pelo mal.

Para outros, no entanto, Deus é simplesmente um princípio que explica a realidade como um todo, mas rejeitam a ideia de que Deus intervém nos assuntos humanos. De qualquer forma, segundo a visão deísta, a origem da vida se explica a partir de uma lei natural ativada por um criador.

Imagem: Fotolia. alesinya7

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: