Bodas de Casamento - Conceito, o que é, Significado

A instituição do matrimônio está consolidada em todas as nações do planeta. Tanto na versão civil como na religiosa o matrimônio estabelece a origem da família e representa uma instituição fundamental para o conjunto da sociedade.

O casal celebra sua união através de um compromisso civil e/ou religioso, acompanhado normalmente de uma comemoração com os familiares e amigos mais chegados. Para lembrar o dia do matrimônio de maneira especial, costuma-se celebrar anualmente a bodas de casamento na data equivalente ao seu aniversario.

As várias modalidades estão associadas um tipo de presente

Alguns casais celebram seu aniversário de casamento presenteando seu parceiro com algo relacionado ao tema da bodas. A comemoração mais popular é a de “cinquenta anos” ou “bodas de ouro”. Nela o marido presenteia a esposa com uma joia de ouro. As bodas de prata indicam os “vinte e cinco anos de matrimônio” e o presente obviamente é de prata. Se o casal consegue atingir os setenta anos de união, comemora-se as “bodas de diamante”.

Estas três comemorações não são as únicas, pois na verdade existe uma lista de 1 a 100, que segue de ano a ano, acompanhado do seu presente correspondente.

No primeiro ano a lembrança é apenas de papel (por exemplo, uma carta ou fotografia). No segundo ano algo de algodão, como uma peça de roupa. Já no terceiro o presente é de couro, no quarto de náilon, no quinto de madeira e assim sucessivamente até chegar aos 100 anos (neste caso o presente teria que ser feito com algo de osso).

Além dos presentes, alguns casais decidem festejar a data acompanhado de amigos e familiares.

A origem histórica dos presentes nestas celebrações

Este costume teve início na Idade Média em alguns lugares da Alemanha atual. Originariamente os amigos do casal lhes presenteavam com algum material diferente. Como se supõe que o primeiro ano fosse o mais delicado, os convidados presenteavam com algo frágil e o escolhido era um objeto de papel. À medida que se passavam os anos o casal recebia presentes de outros materiais, sendo mais nobres e resistentes, como os presentes feitos de ferro aos 6 anos, de lã aos 7 e de bronze aos 8.

Em resumo, cada data era representada por um presente que simbolizava a força da união matrimonial.

Esta tradição da origem medieval foi incorporada a todos os setores da economia relacionados com as bodas e os aniversários, como as joalherias, as agências de viagem, entre outros. Algo parecido acontece no Dia dos Namorados.

Tradições relacionadas que chamam a atenção:

- Em algumas ilhas do Pacífico, os noivos oferecem às suas prometidas um enfeite feito com dente de baleia.

- Entre os escoceses, é habitual que antes da boda os noivos recebam uma chuva de lixo de seus amigos.

- Em alguns países, muitos matrimônios são precedidos pelo rapto da noiva.

- Nos banquetes de boda de Porto Rico, é comum colocar uma boneca em uma mesa com o vestido igual da noiva.

- O costume de jogar grãos de arroz nos noivos já existia na Roma Antiga e, posteriormente, foi incorporado pelos rituais de boda na igreja católica.

Todas estas tradições são consideradas rituais para favorecer a boa sorte no casamento.

Imagem: Fotolia. Leonardo Franko

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: