Conceito » Direito » Amontoamento

Amontoamento - Conceito, o que é, Significado

O termo amontoamento se refere a um estado de coisas lamentável que se caracteriza pelo acúmulo de indivíduos ou animais num mesmo lugar e que a propósito não se encontra fisicamente preparado para abrigá-los.

Ou seja, a quantidade de seres humanos que habitam ou ocupam determinado espaço é superior à capacidade que este espaço deve e pode conter, de acordo com os parâmetros de comodidade, segurança e higiene.

Isto é, as pessoas ou animais que vivem numa situação de amontoamento se veem afetadas não apenas pelo incômodo de ter que dividir um espaço mínimo da qual é praticamente impossível de se mover, mas também porque é praticamente impossível que esse local tenha higiene e segurança satisfatória, afetando claramente a saúde das pessoas, inclusive nas situações mais extremas pode haver até risco de vida por causa desses ambientes de amontoamento ou superlotados.

O amontoamento é um problema realmente muito estendido nos dias de hoje e no mundo inteiro, uma que a população mundial é numerosa e cada vez são menos os espaços disponíveis para contê-los, no entanto, a densidade populacional é extremamente alta em algumas áreas do planeta. Este fenômeno se encontra mais evidente nas grandes cidades, nas capitais do mundo, pois é nelas que a maioria das pessoas quer viver por causa das oportunidades de trabalho, educação e desenvolvimento que oferecem em oposição a outros lugares do mundo menos povoados, mas com um déficit em matéria de oportunidades.

Por outro lado, condições como a pobreza também acabam por desencadear situações de amontoamento

Diante da escassez de recursos econômicos, por não poder pagar aluguel de uma casa confortável, que disponha de vários quartos, os pobres não têm outra escolha a não ser morar todos juntos em casas pequenas, nos casos mais extremos em quartos minúsculos, dos quais devem compartilhar.

O fenômeno do amontoamento é característico do ser humano, pois mesmo em alguns casos sendo gerado por fatores externos, em muitos outros é especialmente produzido pela negligência e maldade do ser humano, basicamente pela falta de respeito ao próximo. Isto acontece em situações bem conhecidas, tais como no tráfico de escravos realizado pelo homem europeu em relação aos africanos: para transportar os escravos utilizavam barcos que não eram aptos de forma alguma para acomodar o número de pessoas a bordo, razão pela qual boa parte acabava morrendo.

Esta situação é também comum com animais, dos quais em muitos casos não são bem cuidados como deveriam e são transportados de um lugar para o outro, geralmente em trajetos de longa distância e em condições extremas de amontoamento.

Como citado anteriormente, este fato é um terreno fértil para a proliferação de doenças e vírus, uma vez que o amontoamento implica a presença de um grande número de pessoas ou animais em um espaço reduzido

Isto tem como principal consequência a geração de um ambiente não adequado para a sobrevivência de todos, pois tanto os recursos como os elementos característicos desse espaço começam a perder suas características essenciais (o ar se torna denso e irrespirável, a água e os alimentos não dão para todos, há muito lixo e portanto contamina o espaço, entre outras situações).

Na atualidade, algumas áreas do planeta são especialmente conhecidas pelo amontoamento sofrido por seus habitantes. Neste sentido, podemos mencionar a China, a Índia e outros países do sudeste asiático, além do México e alguns países africanos como espaços em que a quantidade de população é maior que a recomendada.

Imagens Fotolia: Oneinchpunch, Daylight

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: