Conceito de Amizade

Lilén Gomez | Setembro 2022
Professora de Filosofia

A amizade (pelo latim amicus, de "amigo") é um tipo de relação entre duas ou mais pessoas mediada por afinidade ou afeto, que não se restringe por laços familiares ou consanguíneos. O conceito vem sendo desenvolvido pela Filosofia desde a Antiguidade, assim como se tornou, a partir da Modernidade, objeto de estudo de diversas Ciências Sociais, como a Antropologia ou a Sociologia.

Na Grécia Antiga, a amizade era considerada uma das virtudes fundamentais do homem. Suas primeiras menções remontam à poesia de Homero (século VIII a.C.), em cujo contexto a relação de amizade se refere ao vínculo estabelecido entre guerreiros homens, como companheiros de luta, ou seja, à camaradagem guerreira, estabelecida a partir de pactos de honra.

Por outro lado, na obra do poeta Hesíodo (século VIII aC), que veio depois da poesia homérica, a amizade se mostra como uma relação de benefício mútuo, baseada no interesse econômico recíproco. Tanto na obra de Homero quanto na de Hesíodo, a amizade se distingue do parentesco, pois, diferentemente da primeira, a segunda ocorre necessariamente por filiação consanguínea.

Para o filósofo e matemático Pitágoras (569 aC – 475 aC), a amizade consistia em uma relação baseada na semelhança entre as partes que compõem a união. Posteriormente, do ponto de vista dos sofistas, a afinidade será pensada em termos políticos, ou seja, como uma relação entre os homens inscrita no contexto cívico. Nesse sentido, não seria uma relação de mera semelhança, mas sim uma aliança voltada para um objetivo comum da polis.

Já para Platão (427 aC – 347 aC), a amizade está relacionada à noção de eros, ou seja, de amor, que consiste em uma dimensão fundamental para o desenvolvimento do pensamento filosófico na medida em que considera o amor mais supremo como o amor ao saber. Deste modo, a amizade está intimamente ligada ao pensamento e assim, a figura de Sócrates como mestre é apresentada (por exemplo, em diálogos como o Banquete) a partir de uma amizade fundamental com seus discípulos. Mais tarde, Aristóteles (384 aC – 322 aC) define a amizade como uma virtude fundamental, de caráter moral.

No contexto da filosofia helênica, particularmente no pensamento epicurista, a noção de amizade deixa de ser conceitualizada em relação à realização de um fim ou de um interesse —seja utilitário ou político— e passa a ser pensada a partir da perspectiva do exercício de prazer, como parte da busca da felicidade no coração da comunidade.

A amizade na filosofia de Nietzsche

Friedrich Nietzsche (1844-1900), um dos dois mais importantes filósofos contemporâneos, desenvolve uma concepção de amizade que, embora influenciada por Aristóteles, os estoicos e os epicuristas, difere significativamente de todas as anteriores, resultando este, por sua vez, como um tema central em seu pensamento. Nietzsche valoriza a amizade como uma práxis ética, como um modo de vida.

A amizade só é possível na condição de jovialidade, ou seja, do sentimento de afirmação do que é vital. Para o filósofo, a amizade, assim como a própria vida, não pode ser aquilo que tende à semelhança, mas sim aquilo que mantém a diferença, manifestada no respeito à autonomia do outro. Nessa perspectiva, ao mesmo tempo, reabilita-se a figura do inimigo, tornando-o um possível amigo.

A amizade como política

Seguindo a tese nietzscheana, o filósofo argelino Jacques Derrida (1930-2004) coloca a noção de amizade no centro de sua teoria repensando, particularmente, o papel decisivo do binômio formado pelos conceitos de amigo-inimigo na constituição dos discursos políticos ao longo da história do pensamento filosófico ocidental. Seguindo suas análises, esses discursos sempre foram articulados na oposição entre o próprio e o diferente, de tal forma que a distinção entre amigo e inimigo, na dimensão política ocidental, repousa na exclusão do outro, ou seja, do diferente.

Artigo de: Lilén Gomez. Professora de Filosofia, com desempenho em ensino e pesquisa em áreas da Filosofia Contemporânea.

Referencia autoral (APA): Gomez, L.. (Setembro 2022). Conceito de Amizade. Editora Conceitos. Em https://conceitos.com/amizade/. São Paulo, Brasil.

Copyright © 2010 - 2022. Editora Conceitos, pela Onmidia Comunicação LTDA, São Paulo, Brasil - Informação de Privacidade - Sobre - Contato