Conceito » Cultura » Heráldica

Heráldica - Conceito, o que é, Significado

Os seres humanos precisam distinguir-se um dos outros. Em todas as culturas, os indivíduos pertencem a um grupo e dentro do mesmo existem diversas linhagens familiares. A representação gráfica de uma linhagem está expressa em um brasão, ou seja, um escudo da qual aparecem emblemas e outros elementos que servem para representar determinada região, família ou localidade.

A heráldica é o conhecimento que estuda os brasões ao longo da história. Trata-se de uma disciplina auxiliar da história, como a arquivística, a diplomática, a genealogia e a vexilologia.

Origem histórica

Dentro da civilização romana, as famílias pertencentes à nobreza - como os patrícios - levavam algum tipo de emblema que era transmitido de pais para filho. Já na Idade Média, os guerreiros que participavam dos torneios medievais costumavam carregar bandeiras, emblemas e outros elementos para serem diferenciados. Desta maneira, podiam transmitir ao público quem eram ou de onde vinham.

Com o passar do tempo os clãs familiares que faziam parte da nobreza medieval introduziram uma nova forma de identificação: os escudos de armas. Estes exibiam os símbolos de uma linhagem familiar e assim surgiu uma nova disciplina, a heráldica.

Esta ciência não estuda apenas os escudos de armas de determinada família, mas também está focada na análise de outros tipos de escudos: das cidades, das dinastias reais e das instituições. Cada território tem sua própria tradição heráldica.

A linguagem da heráldica

A forma ou perfil do escudo, também conhecido como boca do escudo, não é homogênea. Na verdade, existem diversos tipos de siluetas (redondas, triangulares, ovais, com ou sem ornamentos). Sua forma serve para identificar a origem remota de um brasão (por exemplo, aqueles que têm forma oval estão relacionados à religião, já os losangos se referem a mulheres que iniciaram um clã familiar).

Os elementos distintivos são mostrados no interior do escudo. Cada lado é chamado de flanco, as esquinas são os cantões e o centro é conhecido como abismo. Por último, abaixo do escudo está o umbigo.

A terminologia desta área auxiliar da história é muito extensa. As figuras de animais situadas um na frente do outro são os enfrentados. O azul escuro é conhecido pela palavra azur. Cada uma das divisões dos escudos são os quartéis. Quando aparece um lema é chamado de divisa.

Para referir às cores utilizadas, fala-se de esmaltes. As formas dos vegetais são os folhados e um enfeite de folha é um lambrequim. Por último, o especialista neste campo histórico é chamado de heraldista.

Imagem: Fotolia. Bruno-Lundquist

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: