Conceito » Psicologia » Workaholic

Workaholic - Conceito, o que é, Significado

Costuma-se dizer que uma pessoa é workaholic quando não consegue desconectar-se de sua atividade de trabalho. Em outras palavras, trata-se de uma viciada em trabalho. Para o workaholic seu trabalho é muito mais do que uma obrigação ou uma forma de sobrevivência.

O vício ao trabalho apresenta duas características gerais: um componente obsessivo e a negação ao vício. Ambas as características são muito comuns na maioria das condutas entre os viciados.

O vício às drogas, ao álcool e aos jogos de azar tem uma clara conotação negativa do ponto de vista social

Isso não acontece com o vício no trabalho, uma vez que é uma inclinação que pode ser bem vista. Na verdade, existem empresas que de alguma maneira encorajam esse tipo de comportamento e o próprio viciado se vê como alguém muito responsável e como exemplo de bom trabalhador.

O comportamento compulsivo destinado à atividade de trabalho implica no abandono de outras áreas da vida pessoal e familiar. Ser viciado em trabalho não significa simplesmente o fato de trabalhar muitas horas, mas sim em ter um comportamento compulsivo que lhe traz repercussões negativas e sobre seu ambiente pessoal.

Deve-se destacar que o workaholic pensa em trabalho mesmo quando não está trabalhando e em suas horas livre tem ansiedade e um sentimento de frustração por não dedicar-se a sua atividade profissional.

Uma análise psicológica sobre a questão

Em alguns casos esta tendência obedece a uma necessidade de reconhecimento permanente. Desta maneira, sendo de forma consciente ou inconsciente, o workaholic acredita que sua plena dedicação ao trabalho lhe traz um maior prestígio social ou então melhor autoestima. Em certas ocasiões, este tipo de comportamento acaba mascarando algum desajuste emocional.

Do ponto de vista da psicanálise, todos os vícios escondem uma falta de inteligência emocional para tolerar os afetos. Em termos freudianos o workaholic tem uma personalidade narcisista, ou seja, um caráter rígido que atua na defensiva para camuflar uma realidade interior angustiada.

Na sociedade japonesa

Segundo algumas pesquisas, chegou-se à conclusão que 20% da população japonesa é viciada em trabalho. Esta circunstância é tão impressionante que em alguns casos o vício produz suicídios como conseqüência do estresse e da ansiedade. Na língua japonesa o termo karoshi significa morte devido ao excesso de trabalho.

Imagem: Fotolia. Elnur

Relacionados:

  1. Jogo Responsável
  2. Jogatina
  3. Boreout
  4. Dismorfofóbico
  5. Teletrabalho
  6. Boa Fé
  7. Obrigações
  8. Vocação
  9. Trabalho Alienado
  10. PACO (Droga)