Conceito » Psicologia » Memória Coletiva

Memória Coletiva - Conceito, o que é, Significado

A memória é a capacidade de recordar dados e acontecimentos. Esta função do intelecto humano tem uma dimensão dupla: a individual e a coletiva. O conceito memória coletiva se refere a todos os aspectos que fazem parte do legado de uma comunidade. Este termo está relacionado aos fenômenos associados à opinião pública e expressa o quadro social da memória compartilhada.

Quem empregou este conceito pela primeira vez foi o pensador francês Maurice Halbwachs (1877-1945).

Pessoas de uma mesma geração

As pessoas que nasceram num mesmo período de tempo geralmente possuem lembranças muito parecidas sobre o passado. É comum manter na memória as brincadeiras que faziam, as músicas que ouviam e os filmes que viam na juventude.

Todas as gerações estão unidas por certas vivências que vão além do plano pessoal. Aqueles que nasceram no início da década de 1960, no Brasil, provavelmente se lembram de certos episódios de sua infância e juventude: a chegada do homem à Lua, as primeiras televisões coloridas, os jogos de bolinha de gude nas ruas e as música da moda nas danceterias.

Não é necessário ter vivido uma experiência para que o conjunto da sociedade se lembre

Certos acontecimentos são lembrados pelo conjunto da sociedade, mesmo que não tenham sido conhecidos de primeira mão. A humanidade como um todo tem uma memória especial sobre os momentos relativamente mais distantes no tempo, como o holocausto judeu, a Guerra fria, a queda do Muro de Berlim ou o ataque às Torres Gêmeas.

O passado remoto também faz parte da memória coletiva

A literatura, o cinema e a formação escolar nos permite ter uma ideia aproximada do que ocorreu em outras épocas da humanidade. Assim mesmo, algumas cidades contam com sinais do passado: igrejas, muralhas centenárias, estabelecimentos comerciais frequentados por nossos antepassados, bem como ruas e praças de nossa cidade que foram construídas em outras épocas.

Recapitulando

A ideia de memória coletiva está formada por vários aspectos e referências:

1) datas específicas que são lembradas pelo conjunto da comunidade (por exemplo, a data da fundação da cidade ou um episódio histórico de grande relevância);

2) os monumentos de um lugar são indicadores de episódios e personagens da história;

3) A literatura e o cinema também transmitem informação para o conjunto da sociedade (os romances de Dickens nos contam como as pessoas viviam na Grã-Bretanha no século XIX e graças aos filmes de faroeste podemos conhecer como eram as cidades norte-americanas da época).

Em resumo, a memória coletiva é algo mais do que uma simples lembrança do passado, pois através dela se cria a identidade de um povo. Sem memória coletiva as comunidades ignoram suas raízes e tradições. Em outras palavras, um povo sem memória é um povo sem história.

Imagem: Fotolia. rob z

Relacionados:

  1. Geração X
  2. Identidade Coletiva
  3. Memória RAM
  4. Processos Cognitivos
  5. Ecmnésia
  6. Memória ROM
  7. Mnemotecnia
  8. Método de Loci
  9. Identidade Pessoal
  10. Repetição Espaçada