Conceito » História » Hierofante

Hierofante - Conceito, o que é, Significado

Este vocábulo provém do grego hierophantes e quer dizer sacerdote. Nas antigas tradições pagãs havia um sumo sacerdote que dirigia os rituais e guiava a população em sua vida terrena e espiritual. No mundo grego, o hierofante era o sacerdote que organizava os Mistérios Eleusianos.

O significado no contexto do tarô

Quanto à sua simbologia, é o arcano número 5 (este número representa o caminho da sabedoria). Desta maneira, a carta do hierofante ou sumo sacerdote está associada aos signos do zodíaco Áries ou Touro. Do ponto de vista astrológico está relacionado ao planeta Júpiter.

Num sentido geral, simboliza a ideia de religiosidade através da imagem do papa. Isto significa que a religião se apresenta como um elo de união entre Deus e os homens.

O baralho de tarô é um meio de adivinhação integrado a uma disciplina, a cartomancia. Estas cartas surgiram no século XIV, na Europa e, desde então, são utilizadas para decifrar todo tipo de enigmas sobre a condição humana.

A disciplina do tarô não tem uma origem certa, mas no Egito Antigo já existiam técnicas de adivinhação semelhantes.

Há duas modalidades de cartas: os arcanos menores e os maiores. Os primeiros são um conjunto de cartas associadas aos acontecimentos concretos da vida. As segundas são cartas de triunfo e entre elas podemos destacar as seguintes: o Imperador, o Carro, o Eremita, a Sacerdotisa, a Roda da Fortuna e o Hierofante.

Cada uma tem uma imagem com uma série de símbolos. Quando o tarólogo joga as cartas inicia a interpretação sobre seu significado.

Esta carta está associada a um conjunto de ensinamentos:

1) a necessidade de respeitar as crenças alheias,

2) as ações humanas são o único critério para julgar o próximo,

3) os sistemas de crenças devem servir como orientação para o crescimento espiritual.

Aqueles que interpretam as cartas do tarô afirmam que este arcano pode fazer referência à religião estabelecida no conjunto da sociedade ou então aos princípios espirituais que todo indivíduo possui em seu interior.

Elementos que aparecem na carta

O hierofante aparece sentado em um trono e em ambos os lados há duas colunas de cor cinza, das quais representam os pilares das crenças mais profundas do ser humano. A figura humana se apresenta com a mão direita levantada, esta que expressa a conexão entre Deus e o homem.

Na parte inferior da imagem aparecem dois monges, sendo que um deles veste uma túnica estampada com flores brancas e o outro uma túnica com rosas vermelhas (as flores brancas simbolizam a espiritualidade e as rosas vermelhas representam os desejos materiais). Isto significa que tanto a dimensão material como a espiritual deve ser valorizada por igual.

O hierofante usa um cachecol azul celeste no pescoço, uma cor que serve para ativar o chacra da laringe (esta parte do corpo é um centro de energia que rege a comunicação).

A coroa do sumo sacerdote tem três níveis. O nível inferior denota a conexão com o material, o nível médio comunica a capacidade de compreender as emoções e o nível superior se refere à capacidade de conectar-se com a fonte suprema da sabedoria ou com um deus.

No nível superior da coroa há três cravos, dos quais representam a solidez das crenças religiosas. Por outro lado, o hierofante usa uma capa vermelha que simboliza a pureza e a sabedoria.

A partir destes elementos simbólicos o tarólogo interpreta o aparecimento deste arcano de acordo com o contexto da consulta.

Quando o hierofante aparece em posição normal pode indicar que a pessoa busca algum tipo de ajuda espiritual.

Se a carta é apresentada em posição invertida quer dizer que há um falso guru ou guia espiritual que pode influenciar negativamente.

Imagem: Fotolia. Dmitriy

Relacionados:

  1. Cartomancia
  2. Tarô
  3. Mistérios Eleusinos
  4. Número 7, 8, 11, 13
  5. Cores Litúrgicas
  6. Frade
  7. Veda (escritura religiosa)
  8. Coroa do Advento
  9. Escatologia
  10. Septuaginta