Conceito » Política » Estado Multiétnico

Estado Multiétnico - Conceito, o que é, Significado

Do ponto de vista étnico, uma nação pode ser homogênea ou multiétnica e plural. Trata-se de homogênea quando a grande maioria de seus habitantes compartilham as mesmas características raciais, uma mesma língua e tradições. Uma nação é multiétnica quando há diversidade racial e cultural.

A categoria de estado multiétnico é equivalente ao estado pluricultural. Embora não se trate de uma denominação de caráter oficial, países como Equador, Colômbia e Peru incorporaram o conceito de estado multiétnico em seus respectivos textos constitucionais para reconhecer a diversidade cultural da sociedade. Este reconhecimento envolve o respeito para com as minorias étnicas de uma nação.

Panamá e Rússia, dois exemplos de estados multiétnicos

O Panamá é um país da América Central com 4 milhões de habitantes segundo o censo de 2016. Existe uma população indígena com mais de 300 mil habitantes (mais particularmente há sete povos indígenas, sendo que cada um tem sua própria língua e costumes).

Por outro lado, a população panamenha está formada por mulatos, negros e mestiços (sendo que 70% dos habitantes são mestiços, 10% são brancos, 8% são indígenas e 1% de origem asiática, mais particularmente da China).

A Rússia é o maior país do mundo em extensão e com 150 milhões de habitantes

tnicamente, o estado russo apresenta uma grande complexidade. Os russos compreendem a etnia majoritária, aproximadamente 80% da população total (os 20% restantes são ucranianos, chechenos, basquires e armênios).

Por outro lado, na Rússia se fala mais de 100 idiomas diferentes (alguns com reconhecimento oficial, mas a maioria não).

O Japão como exemplo de estado socialmente homogêneo

A sociedade japonesa possui profundo senso de identidade nacional e uma diversidade étnica minoritária com pouca relevância cultural. Do ponto de vista linguístico, o idioma japonês padrão é usado em todo território e seus dialetos não têm reconhecimento oficial.

Apesar da homogeneidade da sociedade japonesa, os habitantes das Ilhas Ryukyu (os ryukyuans) e da ilha de Honshu (os ainu) são uma exceção, pois possuem sua própria língua e cultura. Ambas as minorias étnicas têm pouca influência no conjunto da nação e se encontram culturalmente à beira da extinção.

Imagem: Fotolia. Alex_Po

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: