Dissuadir - Conceito, o que é, Significado

Quando uma pessoa tenta convencer a outra para mudar de ideia, de ponto de vista, de atitude ou de sentimento significa que ela está dissuadindo. A ação de dissuadir está relacionada diretamente com a razão e a linguagem.

Estratégias para dissuadir o próximo

Convencer a outra pessoa para mudar de ideia é uma tarefa muito difícil, já que normalmente cada um é convencido firmemente de suas próprias ideias.

Para dissuadir alguém é conveniente ser persuasivo. Quem persuade deve fazer com argumentos sólidos e bem fundamentados. A arte de persuadir dever ser feita com respeito para com o outro e, ao mesmo tempo, levar em conta que nossa avaliação pessoal não tem de ser válida pelo outro. Uma pessoa persuade quando considera que os argumentos recebidos tem boa intenção e por sua vez são úteis para seus interesses.

A atitude para com a pessoa que se pretende dissuadir é fundamental. Neste sentido, é importante ser empático, acessível e afável. Os argumentos racionais podem ser válidos, mas acompanhados de certa emotividade.

O uso da linguagem deve ser apropriado. É muito mais fácil dissuadir alguém com palavras gentis do que repreendendo ou censurando. Naturalmente, o tom de voz e os gestos devem complementar as palavras e os argumentos.

O político, o professor e o médico tem a necessidade de dissuadir

Um político pode ter grandes ideais e projetos, mas de nada servem se não tem a capacidade suficiente para transmiti-los. Algo semelhante acontece com o professor, pois em sua atividade é conveniente transmitir mais do que um simples conhecimento aos seus alunos. No caso de um médico, o mesmo deve dirigir-se ao paciente com autoridade profissional, fazendo-o ver que o tratamento e as indicações são importantes para sua saúde.

Em uma dissuasão perversa os mesmos mecanismos são utilizados, porém com má intenção

Quando tento com honestidade que um amigo mude de conduta, significa que estou agindo de boa fé, já que minha intenção consiste em ajudar. Às vezes, dissuadimos os outros não com o propósito de obter um benefício, mas com alguma outra intenção escondida. Quem dissuade com o objetivo de manipular, enganar ou roubar, tem que convencer o outro com argumentos falsos e aparência de verdade.

Frases como "parecia que ele queria me ajudar" ou "era alguém muito próximo e compreensivo" são afirmações típicas que descrevem as pessoas persuasivas que finalmente acabam sendo o oposto do que aparentavam.

Imagem: Fotolia. nuvolanevicata

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: