Conceito » Psicologia » Cordura

Cordura - Conceito, o que é, Significado

O estado mental de um indivíduo pode ser avaliado dentro dos limites da normalidade ou não. No primeiro caso, falamos de cordura e no segundo sobre loucura. O conceito cordura equivalente a outros, como sensatez, juízo ou prudência. Neste sentido, uma pessoa corda é, a princípio, alguém que pensa com senso comum, que é plenamente consciente de suas ações e age com critérios justos.

Cordura e loucura, dois conceitos que provocam um permanente debate

Se uma pessoa do século XVII afirmasseque os seres humanos se parecem com outros hominídeos, é bem provável que seriam taxados como loucos. Essa mesma tese no século XXI é considerada válida e, portanto, a mesma faz parte de uma pessoa corda. Este exemplo pretende ilustrar uma ideia: o binômio cordura / loucura depende de muitos fatores (as ideias e os valores dominantes de cada época, a moda e o conceito de senso comum majoritário no conjunto da sociedade).

A fronteira entre a cordura e a loucura

Em cada momento histórico há um conjunto de ideias comumente aceito a partir de uma divisão estabelecida entre os "cordos” e os "loucos". De maneira simplificada, pode-se dizer que o cordo se adapta bem a sua realidade e está dentro da normalidade, enquanto que o louco, em compensação, é uma pessoa diferente e atípica e suas ideias e forma de vida representa uma ameaça para os demais.

Na história da humanidade alguns personagens têm sido considerados loucos, ao longo do tempo têm desfrutado de reconhecimento social e sua loucura se tornou algo justo, sensato, inteligente e normal. Deve-se destacar que as ideias de Galileu, Luther King, Gandhi e Mandela eram originalmente um ingrediente de loucura e pareciam impossíveis e irrealizáveis. Com a perspectiva do tempo, os ideais desses homens foram avaliados como um exemplo de cordura.

O caso de Dick Fosbury

Dick Fosbury era um atleta americano que introduziu, em 1968, um novo tipo de salto em altura, o chamado estilo Fosbury. Sua maneira de saltar de costas revolucionou a arte dessa modalidade e desde então todos os saltadores o imitam. No entanto, quando empregava nos treinamentos seu estilo inovador era chamado de louco, pois saltava de maneira completamente diferente dos demais atletas.

Podemos fazer a seguinte pergunta: Será que a proposta Dick Fosbury era uma loucura? A resposta é sim e não. Sim, porque sua técnica era uma provocação e se contrastava com as normas majoritárias de época. No entanto, sua loucura era totalmente corda e graças a ela todos os saltadores de altura puderam enfrentar seus desafios com uma técnica mais eficaz.

Imagem: Fotolia. Photographee

Relacionados:

  1. Senso Comum
  2. Senso de Humor
  3. Energúmeno
  4. Juízo de Valor
  5. Assassinato em primeiro, segundo e terceiro grau
  6. Pensamento Lógico
  7. Bom Juízo
  8. Prudência
  9. Extremismo
  10. Utilitarismo