Conceito de Reflexão

Lilén Gomez | Março 2023
Professora de Filosofia

O termo reflexão tem suas raízes nas formas latinas reflexio, reflexionis, que se refere essencialmente ao ato de virar a cabeça ou os olhos para trás, ou curvar-se sobre si mesmo. Nesse sentido, na linguagem cotidiana, a reflexão é entendida como a ação de parar e reparar os próprios pensamentos, ou direcionar a atenção para as próprias emoções. Nas ciências exatas, reflexão refere-se ao fenômeno físico pelo qual uma onda que se propaga em um determinado meio “quica”, modificando a direção de seu movimento, ao incidir na superfície de outro meio diferente do inicial.

Filosofia reflexiva

ReflexaoNo campo da filosofia, a tradição inaugurada na Modernidade pelo filósofo francês René Descartes (1596 – 1650) é conhecida como reflexiva, que considera a noção de ego cogito, comumente conhecida sob a fórmula “penso, logo existo” como a primeira evidência. Segundo a filosofia cartesiana, o primeiro conhecimento ao qual podemos chegar sem dúvida é que estamos pensando e, portanto, somos uma coisa que pensa, de modo que não podemos duvidar de nossa própria existência enquanto pensamos. A partir do ego cogito ou o “eu penso” se constitui o fundamento de toda a construção do conhecimento. Nesse sentido, é possível afirmar que o caráter da filosofia cartesiana é essencialmente reflexivo, pois todo conhecimento repousa no ato de reflexão do Eu por meio do qual ele toma consciência de sua própria consciência, direcionando a atenção para sua interioridade.

Mais tarde, por volta do século XX, o filósofo alemão Edmund Husserl (1859 – 1938) retomou a noção cartesiana de reflexão em sua teoria fenomenológica. Do ponto de vista husserliano, em seus primeiros trabalhos, o método fenomenológico caracteriza-se por ser reflexivo, na medida em que nos permite deslocar a atenção colocada sobre os objetos do mundo para o modo como temos consciência deles. Assim, por reflexão entende-se aquela atividade da consciência que gira em torno da própria atividade da consciência, com o objetivo de compreender como somos capazes de conhecer o mundo.

Críticas à tradição reflexiva

A fenomenologia de Husserl foi uma das maiores influências no pensamento do filósofo francês Paul Ricoeur (1913-2005), que desenvolveu o problema da autoconsciência pelo método da reflexão, considerando a dimensão do inconsciente nos termos propostos pela psicanálise freudiana. Ricoeur destaca que, na reflexão, quando a consciência se volta para si mesma, aparecem áreas que permanecem inacessíveis ao ato da consciência, ou seja, áreas inconscientes, que dão lugar a um trabalho interpretativo anterior ao descritivo. Consequentemente, a reflexão exige um trabalho de interpretação —ao contrário do método reflexivo da fenomenologia clássica—, daí o seu nome de reflexão hermenêutica. Então, a noção de reflexão, no contexto da filosofia de Ricoeur, sugere um esforço intelectual permanente do “Eu penso” que não equivale a voltar-se para sua própria subjetividade, mas a uma reapropriação de si mesmo que realiza por meio de um desvio, direcionando a atenção para a linguagem em que se expressa, como parte de uma cultura e em um momento histórico específico. Na medida em que qualquer volta sobre si mesma realizada pela consciência é mediada pela linguagem na qual ela se expressa (e esta nunca é explicita), a reflexão deve ser sempre uma interpretação.

Por sua vez, na fenomenologia de Maurice Merleau Ponty (1908 – 1961), o método reflexivo mostra-se insuficiente, uma vez que se limita a uma compreensão racional da consciência, que omite a própria capacidade de consciência do corpo, capaz de captar outras dimensões do mundo que não se reduzem ao âmbito do pensamento. O movimento de redução da pluralidade do mundo que a compreensão conceitual exige, portanto, não permite ao homem uma experiência do mundo que habita, permanecendo alheio à possibilidade de reflexão.

Artigo de: Lilén Gomez. Professora de Filosofia, com desempenho em ensino e pesquisa em áreas da Filosofia Contemporânea.

Referencia autoral (APA): Gomez, L.. (Março 2023). Conceito de Reflexão. Editora Conceitos. Em https://conceitos.com/reflexao/. São Paulo, Brasil.

  • Compartilhar
Copyright © 2010 - 2023. Editora Conceitos, pela Onmidia Comunicação LTDA, São Paulo, Brasil - Informação de Privacidade - Sobre