Misantropia - Conceito, o que é, Significado

O termo misantropia provém do grego e se trata da combinação do verbo miséo, que quer dizer aborrecer ou odiar, e de tropia, que faz referência à espécie humana. Assim, a misantropia é a inclinação para o ódio e o desprezo pelas pessoas em geral.

O indivíduo que conta com esta atitude vital é um misantropo, ou seja, é um sujeito normalmente que não tem vida social, arisco com os demais e desconfiado.

O perfil de um misantropo

A personalidade do misantropo foi estudada por psiquiatras e psicólogos. O ódio e o desprezo pela condição humana geralmente são acompanhados de atitudes intolerantes, uma insatisfação permanente e certo pessimismo existencial. Em casos extremos, estas características podem levar à violência e até ao crime.

O misantropo tem uma opinião negativa sobre a humanidade como um todo. Acredita que as ações positivas alheias não são sinceras, mas que escondem interesses incontroláveis. Quando alguém lhe faz um favor interpreta como uma estratégia para pedir um favor em troca. Em suma, o misantropo pensa mal do próximo e não acredita nas boas intenções das pessoas. O indivíduo com estas características costuma afirmar que as pessoas são más e que não se deve confiar em ninguém.

A misoginia é uma forma específica de misantropia

A misoginia é o ódio ou aversão às mulheres. Desta forma, o misógino pode sentir atração sexual pelas mulheres, mas ao mesmo tempo sentir desprezo por elas. Em muitos casos o homem misógino é também machista.

Este indivíduo não admite que uma mulher seja seu superior no trabalho, ele vê as mulheres dentro da sua dimensão sexual e afetiva, inclusive considera que tudo o que é feminino tem um valor inferior ao masculino.

A filantropia é o outro lado da misantropia

A filantropia é o amor desinteressado pelos demais. Assim, o filantropo é alguém que ajuda os outros sem esperar nada em troca.

A figura tradicional do filantropo é a de um magnata multimilionário que doa boa parte de sua riqueza para que outros possam melhorar suas vidas de alguma maneira.

No entanto, a filantropia não é necessariamente um assunto de pessoas com grandes fortunas, pois qualquer indivíduo pode ser filantropo na medida de suas possibilidades. Neste sentido, uma pessoa com recursos econômicos limitados pode se oferecer como voluntária para ajudar os mais desfavorecidos e através de sua ação altruísta expressa um sentimento de amor pela humanidade.

Imagem: Fotolia. reichdernatur

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: